mercado segmento e nicho

A importância de entender a diferença entre mercado, segmento e nicho

448 Visitas0 Comentários

Compartilhe nas mídias sociais

Conheça melhor esses três termos e descubra por que são importantes para alavancar o seu negócio online

O e-commerce brasileiro vem apresentando um crescimento constante. Sua maior expansão ocorreu entre 2018 e 2019, em que o mercado online ampliou o seu número de lojas virtuais em 37,59%. Ou seja, são, aproximadamente, mais de 930 mil sites dedicados à venda de produtos na internet. Os dados são do “Perfil do E-Commerce Brasileiro”, uma parceria entre BigData Corp e PayPal Brasil que tem o objetivo de monitorar as tendências e a situação desse setor. 

Pensando nesse grande crescimento do mercado online, se torna necessário apresentar um diferencial para se destacar em relação aos concorrentes. Para isso, as primeiras questões que precisam ser definidas no momento de abrir um e-commerce são: qual será o mercado, o segmento e, principalmente, o nicho que o empreendimento irá focar.

Se você não sabe diferenciar esses três termos, acalme-se! Estamos aqui justamente para te ajudar! Continue a leitura do texto e esclareça as suas dúvidas.

Reprodução: Giphy

Vamos lá? 

 

Qual a diferença entre mercado, segmento e nicho?

Apesar de serem termos que se complementam, existe sim uma diferença entre mercado, segmento e nicho, e entender isso é muito importante para que seu empreendimento comece com o pé direito (e você vai saber o porquê).

Bom, vamos começar com o mercado. Esse termo faz referência a algo mais amplo, repleto de possibilidades e ramificações. Por exemplo, podemos abordar aqui o mercado de moda, que abre as portas para diversas possibilidades e caminhos.

Contudo, dentro desse mercado de moda, conseguimos ser um pouco mais específicos ao definirmos o chamado segmento, que são caminhos mais precisos que o mercado escolhido apresenta. Anteriormente escolhemos o mercado de moda, certo? Agora, vamos delimitar um pouco mais, trabalhando com o segmento de moda feminina.

Podemos ser ainda mais específicos dentro desse segmento, que é quando definimos o chamado nicho, algo mais restrito que corresponde à parcela de pessoas que possuem os mesmos gostos e interesses dentro desse mercado tão amplo. Então, se lá no começo definimos que o mercado seria de moda e o segmento de moda feminina, aqui podemos estabelecer, por exemplo, que o nicho é moda fitness, algo mais direcionado e específico.

 

A importância de entender esses termos

Ao conhecer perfeitamente o que é mercado, segmento e nicho, você consegue definir um bom direcionado para o seu negócio. Assim, todos os processos são definidos e conduzidos da maneira correta, de modo que você consiga conversar com as pessoas certas e trazer mais rentabilidade ao negócio online.

Você pode até se perguntar se o fato de nichar um empreendimento não reduz o público e a possibilidade de escalabilidade. Mas isso não acontece. Ao definir o nicho da sua empresa, os processos passam a ser mais fáceis e o bom desempenho tende a aumentar cada vez mais.

Além disso, estabelecer esses pontos te permite: uma concorrência bem mais baixa ou até mesmo nula; aumento das chances do e-commerce se tornar referência; melhora no posicionamento da marca; estratégias de marketing mais direcionadas; aumento da fidelização e recorrência; boa comunicação com o público; e especialização no assunto, dominando o nicho no mercado.

 

Atenção extra!

Você não pode apenas definir todos esses pontos e simplesmente esquecer depois. É preciso que você compreenda bem a situação do mercado e a concorrência para que seja possível pensar em soluções disruptivas que irão impulsionar o seu negócio em meio a tantas lojas virtuais.  

Reprodução: Giphy

E aí, tirou todas as suas dúvidas? Este texto te ajudou a compreender melhor todos os termos? Deixe a sua opinião nos comentários!

Leia também: Quando vale a pena o Frete Grátis no e-commerce?

Compartilhe nas mídias sociais

Comente aqui ↓