Como aproveitar a Black Friday da melhor maneira? PARTE 3

344 Visitas0 Comentários

Compartilhe nas mídias sociais

Nesta última parte da série de conteúdos sobre como aproveitar a Black Friday, descubra como estruturar bem a sua logística, oferecer uma entrega rápida e aplicar o pós-venda

Com o objetivo de te ajudar a identificar como aproveitar a Black Friday da melhor maneira, você pôde conferir, na parte 1 e parte 2 desta série de posts, como montar um planejamento detalhado para a sexta-feira de promoções e quais os cuidados que você precisa ter para que o desempenho da sua loja virtual seja impecável.

Agora, nesta última parte da série de conteúdos, você descobrirá estratégias eficientes que te permitirão: ter uma logística eficiente no e-commerce, oferecer uma entrega rápida e aplicar um pós-venda de qualidade, o que garante a fidelização e recorrência. 

Está preparado(a) para entender a parte 3 dessa série de posts que vai te permitir uma performance de sucesso na Black Friday? Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas! 

1- Organizando a logística

No e-commerce, a etapa que é encarregada de controlar o armazenamento, a movimentação, a embalagem e o envio de produtos é chamada de logística. É ela que faz todo o controle interno do empreendimento. Em momentos de alta demanda, como a Black Friday, esse processo se torna ainda mais importante. 

A logística bem estruturada permite processos mais eficientes, além da boa organização, comunicação clara entre os envolvidos, ações transparentes, redução de custos e entregas realizadas no tempo estipulado. É isso que gera a fidelização do consumidor.

Diante desses pontos, fica ainda mais evidente a necessidade de manter uma logística bem elaborada no empreendimento online, o que te permite resultados positivos e vendas concretizadas de forma satisfatória. Para tal resultado, é preciso que alguns processos essenciais façam parte da logística do seu e-commerce. São eles:

Recebimento dos produtos pelo fornecedor

É aqui que a logística se inicia. Ao receber os produtos do fornecedor, é essencial verificar de forma rigorosa se as condições estão boas e se os artigos correspondem aos pedidos realizados pelos clientes. Esse é o primeiro passo para evitar uma falha operacional que pode gerar muita dor de cabeça, como a chamada logística reversa que você verá mais abaixo. Além disso, nessa etapa, é preciso se atentar ao armazenamento, pois alguns produtos exigem cuidados especiais. 

Armazenamento

Se os produtos chegaram perfeitamente para você, é hora de fazer o armazenamento. Esse processo é fundamental para a conservação e proteção dos artigos que serão vendidos e enviados aos consumidores. Conforme já dito acima, é de extrema importância que você identifique os produtos que necessitam de mais cuidados no estoque, para que não haja danos e, consequentemente, perda de vendas.

Os centros de armazenamentos de e-commerces contam com as chamadas ruas, locais onde os produtos são guardados. Uma dica interessante para facilitar a logística e a retirada do produto da prateleira é deixar os artigos que possuem maior recorrência de compra com acesso mais fácil. Assim, você conseguirá ter mais agilidade nesse processo.

Coleta do produtos

Venda feita, pagamento realizado e produto em estoque, agora é o momento de fazer a coleta do pedido para enviar ao cliente. Nesta etapa, o responsável deve ter em mãos: os detalhes do produto comprado, a rua, a prateleira e a profundidade que ele se encontra. Isso facilitará a coleta e tornará o processo ainda mais ágil.

Embalagem

Antes de iniciar o processo de embalagem, você não pode esquecer de conferir se o produto que está sendo embalado e encaminhado encontra-se de acordo com o pedido do cliente, para não gerar devolução. Além disso, proteger o artigo com uma boa embalagem é uma forma de evitar possíveis danos e insatisfação.

Como tornar os produtos da sua loja virtual mais especiais

 

Envio ao consumidor

Já passou por todas as etapas anteriores? Então, chegou o momento de enviar o produto à expedição para ser encaminhado ao consumidor. Se o seu e-commerce possui mais de uma forma de entrega, como Correios ou transportadoras, atente-se para encaminhar o produto ao local de envio correto.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________

Atenção à logística reversa!

A logística reversa é algo que acontece sim em e-commerces e corresponde ao processo de troca ou devolução de um produto/serviço que não é mais desejado pelo consumidor. Essa desistência de compra, conhecida também como Direito de Arrependimento, está prevista no artigo 49 Código de Defesa do Consumidor (CDC), que afirma que o comprador tem o prazo de 7 dias, a partir do recebimento, para renúncia do contrato. O valor pago pelo consumidor ainda deve ser devolvido de imediato e corrigido monetariamente.

Para que a logística reversa não gere prejuízos, a organização é fundamental, pois permite que você esteja preparado para situações como essa. Saiba como se preparar para a logística reversa e como otimizar esse processo no e-commerce. CLIQUE AQUI

_________________________________________________________________________________________________________________________________________

2- Agilizando a entrega

Atrasos na entrega podem ocorrer em duas ocasiões: quando a localização do consumidor exige um prazo maior ou quando há uma falha na logística que faz com que o produto se perca no caminho. Situações como essas tendem a aumentar a insatisfação do consumidor e até mesmo o cancelamento da compra.

No momento que um consumidor realiza uma compra, principalmente em épocas promocionais como a Black Friday, ele não vê a hora de ter o produto tão desejado em mãos. É por essa razão que a entrega rápida faz toda diferença, sendo capaz de gerar a fidelização e a recorrência.

Contudo, para que a entrega rápida seja uma realidade no seu e-commerce, você precisa:

1º Ter um bom sistema de logística: já sabemos como ter uma logística bem estruturada, mas é preciso colocar isso em prática. Para te ajudar, um sistema de gestão de estoque e fluxo de vendas pode ser muito útil, como o chamado Enterprise Resource Planning (ERP) que possui:

  • Integração com lojas virtuais;
  • Emissão de boletos bancários;
  • Emissão de nota fiscal e NFe;
  • Fidelização do cliente; e
  • Relacionamento com o cliente.

2º Apostar na entrega rápida: esse é um modelo que te permite entregar os pedidos com mais agilidade e, mesmo que possua um custo a mais para o consumidor, se encontra como solução para muitos deles que têm pressa em ter o pedido em mãos. As maneiras de aplicar a entrega rápida são: 

  • Entrega expressa: feita, geralmente, por transportadoras, sem restrições de peso ou preço, mas com a possibilidade de limite de abrangência.
  • Correios: se essa é a forma de envio dos produtos do seu e-commerce, os Correios contam com o Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje e Sedex como opções de entrega rápida.
  • Same Day: é conhecida como a entrega realizada no mesmo dia do pedido, mas que apresenta restrições como região e horário do pedido.

3º Investir em centros de distribuição: conter diversos centros de distribuição também é uma excelente forma de agilizar o processo de entrega. Você pode identificar as regiões que possuem maior recorrência de pedidos e instalar centros próximos para proporcionar entregas mais rápidas nessas localidades.

SAIBA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO CLICANDO AQUI!

Você sabe o que é Last-Mile no processo de entrega? Descubra com o Diretor Comercial da Bis2Bis, Galleger Ilhe o quanto esse processo impacta a sua operação.

CLIQUE AQUI!

 

3- Aplicando o pós-venda

O pós-venda é algo que não deve estar relacionado apenas à solução de problemas. Essa também é uma maneira eficaz de melhorar a comunicação com o consumidor, se aproximar dele e colher feedbacks de sua experiência para que melhorias possam ser realizadas. Por isso, aproveite o pós-venda para:

  • agradecer o consumidor pela compra e preferência;
  • encaminhar pesquisa de satisfação para entender melhor como foi a experiência;
  • informar o cliente do processo de entrega, dando toda atenção a ele;
  • oferecer benefícios, como brindes e descontos, com o objetivo de estimular uma nova compra;
  • antecipar-se e informar o consumidor caso tenha algum problema com o produto ou entrega;
  • facilitar o contato entre empresa e consumidor, permitindo que ele sinta que o empreendimento está aberto a sugestões e é de fácil acesso.

Principalmente em épocas promocionais, como a Black Friday, o pós-venda faz toda diferença para fidelizar os consumidores e, assim, incentivar a compra em outros períodos do ano.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________

Dica! 

Não se esqueça de treinar muito bem a equipe responsável pelo atendimento no e-commerce. Com os responsáveis por esse processo trabalhando no mesmo ritmo e de forma alinhada, o pós-venda será, realmente, eficiente.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________

Pós-venda: como aplicá-lo de forma eficaz no e-commerce

Com os detalhes passados na parte 1, parte 2 e parte 3, ficou mais fácil entender como aproveitar a Black Friday da melhor maneira? Agora, é só colocar tudo em prática para estar preparado, de verdade, para a sexta-feira mais esperada pelo mercado online e pelos consumidores. 

E aí, gostou desta parte 3? Conte nos comentários!

Leia também: Quando vale a pena o Frete Grátis no e-commerce?

Compartilhe nas mídias sociais

Comente aqui ↓