estruturar a logística e-commerce

Como estruturar a logística do meu e-commerce?

647 Visitas0 Comentários

Compartilhe nas mídias sociais

A logística é responsável por organizar os processos de estocagem e envio de produtos do e-commerce; saiba como estruturá-la da melhor forma

E-commerce sem uma logística eficiente é sinônimo de problema e prejuízo. A logística é responsável por organizar internamente o estoque do empreendimento, planejando, executando e controlando todos os produtos estocados, o armazenamento a movimentação de pedidos, processo de embalagem e envio de produtos. Tudo isso ocorre para garantir o controle interno do e-commerce e prazos de entrega adequados.

Atender os pedidos dos consumidores dentro do prazo estipulado é algo que fideliza o consumidor e assegura a recorrência de compra. Entretanto, a entrega no prazo ainda é um dos grandes problemas dos empreendimentos online. Atraso e tempo de entrega extremamente longo são constantes, o que gera o aumento da insatisfação e insegurança do consumidor.

Isso é o que também afirma a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Em relatório de 2017, a associação aponta que, no Brasil, os pedidos demoram cada vez mais para chegar aos consumidores. A ABComm ainda apresentou o tempo médio de entrega em dias para algumas regiões, como você pode conferir abaixo:

  • São Paulo Capital: 4 dias
  • São Paulo Interior: 5 dias
  • Rio de Janeiro Capital: 5 dias
  • Belo Horizonte: 6 dias
  • Brasília: 7 dias
  • Goiânia: 7 dias
  • Recife: 10 dias
  • Porto Alegre: 6 dias
  • Manaus: 14 dias

Com uma logística bem estruturada, os processos de encaminhamento dos pedidos se tornam mais rápidos, a organização dentro do e-commerce é visível, a comunicação entre os envolvidos melhora, as entregas são realizadas dentro dos prazos, há transparência nas ações, redução de custos e, consequentemente, a satisfação do consumidor.

Mas você deve estar se perguntando, como devo pensar em uma boa estrutura para a logística do meu e-commerce de modo a conquistar essas vantagens? Continue a leitura do texto que abordaremos esses passos a seguir.

 

Estruturando a logística do e-commerce

Existem alguns processos essenciais que precisam fazer parte da sua logística para que ela esteja bem estruturada. Esses processos são:

Recebimento do produto pelo fornecedor

A logística se inicia a partir do momento em que você recebe os produtos do fornecedor. Aqui, a checagem deve ser rigorosa, pois, se você não identificar que um produto que comprou chegou errado, irá também vender errado ao consumidor, gerando insatisfação e devolução, devido a uma falha operacional.

A partir do momento que receber os produtos do fornecedor, avalie se os tamanhos e cores, por exemplo, correspondem ao que foi pedido. Nessa etapa, lembre-se de analisar como deve ser feita a armazenagem, pois, alguns artigos necessitam de um armazenamento especial, com mais cuidado, refrigeração etc.

Armazenamento dos produtos

Já verificou se os produtos chegaram corretamente do fornecedor? Já identificou os que requerem cuidados especiais? Então, é hora de partir para o armazenamento dos mesmos, outra etapa indispensável para uma logística bem estruturada, que corresponde à boa gestão do estoque.

A armazenagem refere-se ao processo de conservação e proteção de todos os produtos que serão vendidos aos futuros consumidores. Vale destacar que existem e-commerces que possuem um único centro de armazenamento e que há outros que possuem diversos centros em várias regiões, para facilitar e reduzir os prazos de entrega. Cabe a você identificar qual se encaixa melhor ao seu negócio.

Contudo, de uma forma geral, os locais de armazenamento de um e-commerce conta com as chamadas ruas, espaços em que os produtos são armazenados. Para facilitar a sua gestão do estoque, é aconselhável deixar os produtos com maior recorrência de compra com acesso mais fácil, por exemplo na primeira rua, para agilizar o processo.

Coleta do produto para entrega ao consumidor

Vendeu um produto no e-commerce? O pagamento foi realizado corretamente e aprovado pelo sistema antifraude? É hora de coletar esse produto na armazenagem para enviá-lo ao consumidor. Para otimizar esse processo, é importante que o responsável pela coleta dos produtos comprados tenha em mãos a rua em que o produto se encontra, a prateleira, a profundidade e a quantidade que tem que colher. Tudo isso fará com que o mesmo faça a coleta rapidamente e do produto certo.

Processo de embalagem do produto

Após a coleta na armazenagem, é o momento de embalar o produto para encaminhar ao consumidor. Entretanto, antes de realizar a embalagem, é preciso conferir se o produto é o correto. Geralmente, os e-commerces utilizam uma leitora de código de barra para conferir se o produto coletado corresponde ao pedido do consumidor.

Se estiver tudo certo com o produto, é hora de embalá-lo com cuidado e atenção. Lembre-se que uma embalagem mal feita aumenta o risco de danos ao produto, o que despertará uma insatisfação por parte do consumidor. Depois de embalado, é preciso enviar ao centro de distribuição.

Envio do produto ao consumidor

Feito todos os processos anteriores, o produto deve ser entregue à expedição para ser encaminhado ao consumidor. Se o seu e-commerce possui mais de uma forma de entrega, como Correios e transportadoras, a atenção deve ser redobrada para encaminhar o produto ao local certo de envio.

A questão da logística reversa

A logística reversa consiste em todo o processo de troca ou devolução de produto feita pelo consumidor. Ou seja, é o retorno do produto para a loja virtual. A desistência da compra é um direito do comprador, conhecido como o Direito de Arrependimento.

Previsto do artigo 49 Código de Defesa do Consumidor (CDC), o Direito de Arrependimento afirma que todo consumidor tem o prazo de 7 dias a partir do recebimento para desistência do contrato. O valor pago pelo consumidor deve ainda ser devolvido de imediato e corrigidos monetariamente.

Em situações como essas, o e-commerce e a sua logística precisam estar preparados. É preciso uma boa organização para receber novamente o produto no estoque e fazer a troca pelo outro quando solicitado. Além disso, é necessário verificar se o produto devolvido não foi trocado por outro similar, principalmente quando o artigo tem um valor alto no mercado. Infelizmente essa é uma prática que acontece em negócios online.

Para ajudar na gestão da logística do e-commerce, as ferramentas de Enterprise Resource Planning (ERP) contribuem para o controle de todos os processos da loja virtual. A Bis2Bis E-commerce conta com alguns parceiros de ERP que podem te ajudar! Confira no site agora!

Agora, se você precisa melhorar o seu e-commerce e não sabe como, converse com algum especialista no assunto da Bis2Bis! Ganhe uma consultoria!

 

Quer criar um e-commerce de sucesso? Então baixe gratuitamente o checklist que a Bis2Bis preparou para você com todos os passos que precisa seguir para iniciar uma loja virtual eficiente!

Gostou do conteúdo? Deixe a sua opinião nos comentários!

Veja também: Como escolher os produtos do seu e-commerce de forma eficiente

Compartilhe nas mídias sociais

Comente aqui ↓