Blog
Mulher analisando dados no celular, computador e calculadora. Representando a necessidade da gestão financeira para uma empresa.

Como fazer o controle financeiro do seu e-commerce?

192 Visitas0 Comentários

Compartilhe nas mídias sociais

O controle financeiro é fundamental para qualquer empresa e para o seu e-commerce não seria diferente.

A gestão eficiente e o acompanhamento diário das entradas e das saídas, bem como dos demais dados do e-commerce, são responsáveis por garantir a excelência no atendimento, manter a rentabilidade e o crescimento saudável do negócio.

Ao abrir uma loja virtual, o gestor acumula diversas funções. Além de contar com um bom servidor e uma plataforma eficiente, precisa lidar com fornecedores, produtos, vendas, entregas, feedbacks e, no meio disso tudo, ainda está a organização e controle das finanças.

Muitos gestores e donos de lojas virtuais têm dúvidas de como realizar um controle financeiro eficiente.

Para quem não tem experiência com administração financeira, organizar as finanças e mantê-las em dia pode ser um desafio, uma vez que diversos detalhes devem ser considerados.

Porém, o controle financeiro pode ser muito mais fácil se você focar em alguns elementos relevantes no controle das finanças do seu e-commerce e contar com as ferramentas corretas. Dessa forma, seus objetivos ficarão muito mais próximos. 

Com um bom controle financeiro, você saberá exatamente os números do negócio e como rentabilizá-lo ao longo do tempo.

Veja as principais dicas para fazer o controle financeiro do seu e-commerce:

Controle diariamente o fluxo de caixa

Gerenciar e controlar o fluxo de caixa do seu e-commerce se resume, basicamente, a anotar todas as movimentações de dinheiro, tanto a entrada quanto a saída de caixa.

Além disso, é preciso fazer uma projeção das receitas e despesas fixas e variáveis para programar o financeiro. Assim, você saberá exatamente quanto terá que vender para arcar com todas as contas do seu e-commerce e manter o negócio financeiramente saudável.

Além das entradas e saídas, o controle financeiro também deve contemplar a margem de lucro, contas a pagar e receber, controle das contas bancárias, dentre outros conceitos essenciais.

Pratique um preço de venda condizente

Calcular o preço de venda no e-commerce é ainda mais importante, pois além do preço de produção ou aquisição é preciso levar em consideração os custos de frete e se ele será pago por você ou pelo cliente, sem esquecer também do seu lucro.

No final, deverá encontrar um preço que seja satisfatório tanto para você, quanto para o cliente.

Corte gastos desnecessários

Mesmo com um bom planejamento financeiro, é possível encontrar alguns gastos que podem ser reduzidos ou que ultrapassem o esperado. Por isso, tenha como rotina o controle de custos.

É preciso cortar aqueles gastos desnecessários e tentar reduz os necessários ao máximo, mas sem que isso comprometa a qualidade dos produtos e dos serviços em geral.

Ao fazer o controle financeiro, poderá encontrar gastos escondidos que são desnecessários e que, mesmo que pequenos, comprometem a saúde financeira do e-commerce.

Controle eficiente do estoque

O estoque tem influência direta no financeiro do e-commerce. Por um lado, ele favorece as vendas, pois garante o fornecimento do produto ao consumidor, por outro lado, o excesso de produtos parados representa dinheiro parado.

Por isso, o controle financeiro envolve também um estoque adequado, sempre abastecido com produtos necessários, mas sem exageros, de forma que não haja superlotação com produtos que não sem tanta saída.

A melhor forma para controlar o estoque é através de um sistema de gestão. Além de poupar tempo, reduz o risco de erros no registro de entradas e saídas. 

Não se esqueça de levar em conta o espaço para armazenamento dos produtos, assim como sua validade, para que evite a perda de mercadorias e gastos desnecessários.

Tenha um sistema de gestão 

Os números do negócio dizem muito sobre seu momento atual e seu futuro. Assim, um controle financeiro inadequado é capaz de gerar resultados equivocados e, consequentemente, decisões sem fundamentos reais.

Um bom sistema de gestão empresarial consegue não só agilizar os processos e evitar trabalhos manuais e retrabalhos, como também melhora o controle financeiro e de todos os demais setores da empresa. Isso melhora o resultado e o retorno financeiro do e-commerce.

Por isso, conte com um sistema ERP que integre todos os setores, reduz os erros e facilita o controle financeiro, de estoque, emissão de boletos e notas fiscais, vendas, entregas, entre outros processos essenciais ao bom funcionamento da loja virtual.

Se você fizer o controle de todos os elementos que elencamos anteriormente de forma manual, o risco de erros e falhas é grande. Isso sem contar na demora e trabalho exaustivo comuns em processos manuais. Dessa forma, adotar um sistema de gestão não é um gasto, mas um investimento para o seu negócio.

A missão do controle financeiro e de uma boa gestão das finanças é manter o equilíbrio entre receitas e despesas, bem como gerenciar as contas a pagar e a receber, o controle de estoque, as vendas e o preço praticado.

Coloque em prática essas dicas no seu e-commerce e certamente verá ele prosperar. Este é um ótimo momento para investir no comércio virtual.

Isabella Soares, formada em Publicidade pela PUC Minas e Analista de Marketing no GestãoClick, um Software de Gestão Empresarial que ajuda a Organizar e Aumentar as Vendas de milhares de pequenas e médias empresas.

Compartilhe nas mídias sociais

Comente aqui ↓