criar e-commerce efetivo

O que preciso para criar um e-commerce efetivo?

192 Visitas0 Comentários

Compartilhe nas mídias sociais

 

Confira algumas etapas essenciais para o processo de criação e garanta resultados satisfatórios

Todo aspirante a lojista virtual se pergunta: como faço para criar um e-commerce realmente efetivo, que proporcionará bons resultados? São vários os processos que envolvem o início de um e-commerce completo e do zero. O que vai diferenciar um e-commerce do outro e garantir destaque no mercado online, é a qualidade de todos esses processos.

Veja esse vídeo antes de abrir uma loja virtual

Se você é um lojista iniciante e está com dificuldade em saber do que precisa para iniciar o seu projeto, esse texto é perfeito para você. Separamos aqui 6 etapas mais relevantes de todo o processo de criação de um e-commerce para você já colocar em seu radar e buscar por serviços realmente competentes.

 

1- Deixe tudo bem estruturado

Para qualquer atividade nova que você irá realizar, o planejamento deve estar presente. Ele te deixa mais preparado para todas as etapas a serem seguidas e mantém tudo organizado quando são necessárias diversas ações para a realização do projeto. Essa etapa é um processo de equilíbrio, que permite identificar os melhores passos para atingir um objetivo final. Aqui, é preciso analisar o mercado, identificar as oportunidades, a estrutura e quais serão os investimentos.

Quando o planejamento se encontra bem feito, é hora de dar mais um passo, que é a elaboração do plano de negócio. Esse é um documento que formaliza as decisões tomadas no planejamento para colocá-las em ação. Assim, o plano de negócio deve conter, basicamente: como serão feitos os processos; quem fará; quando fará, porque será feito e qual será o custo. Com as diversas ações que deverão ser colocadas em prática, o plano permite uma execução organizada e assertiva.

 

2- Coloque em prática a legislação do E-commerce

O seu e-commerce também deve seguir todas as diretrizes previstas na chamada Lei do E-commerce (Decreto nº 7.962 de 2013), que normatiza todas as atividades realizadas entre uma loja virtual e um consumidor, seja um negócio grande ou pequeno.

Basicamente, a Lei do E-commerce aborda os seguintes pontos: informações claras e visíveis; atendimento facilitado e direito de arrependimento. Caso não haja o cumprimento do decreto, corre o risco de haver a apreensão dos produtos e outras penalidades segundo o art. 56 do Código de Defesa do Consumidor.

Todas as informações completas sobre a legislação do E-commerce você confere em um texto exclusivo em nosso blog. Clique aqui!

 

3- Escolha a melhor plataforma de e-commerce

Fique atento! Uma plataforma de e-commerce que não atende o escopo necessário, pode comprometer todo o desempenho do seu negócio. Na hora da escolha, é preciso considerar os seguintes pontos:

  • A plataforma é segura?
  • A navegação é rápida?
  • O checkout é otimizado?
  • O sistema de pagamento é eficiente?
  • As técnicas de SEO são bem aplicadas?
  • O layout é intuitivo?
  • Existe cobrança de taxas da plataforma por venda realizada?
  • Quanto custa, em média, a hospedagem mensal da plataforma?
  • O gerenciamento é feito de maneira fácil?
  • O suporte oferecido pela empresa é de qualidade?

O ideal é que você procure boas referências de quem já conhece do assunto para não fazer uma escolha errada. Uma plataforma ineficiente afasta os compradores e mancha a imagem da empresa. É preciso que essa escolha seja feita com cautela, investindo o que for necessário para oferecer uma boa experiência aos consumidores e, consequentemente, poder gerar mais receita para sua loja. Caso contrário, as chances de um e-commerce de sucesso ficarão mais reduzidas.

Galleger Ilhe, Diretor Comercial da Bis2Bis E-commerce pode tirar algumas dúvidas sobre plataforma no vídeo abaixo. Assista!

4- Não se esqueça da logística

Por trás do sucesso de um e-commerce, também está uma logística eficiente, que contempla todas as etapas do pedido, como: armazenamento, preparação; processamento do pedido; confirmação e entrega. Desconsiderar estas etapas só mostra aos consumidores a falta de preocupação da empresa em realizar um entrega eficiente e dentro do prazo estipulado.

Não negligencie este processo tão importante da sua operação, busque aperfeiçoar ao máximo da compra até a mercadoria chegar à casa do consumidor. Todo tempo ganho, todo processo otimizado, toda boa experiência e todo custo reduzido têm impacto direto no seu negócio e podem alavancar uma boa percepção de marca ou melhorar a sua lucratividade. Pense nisso!

Para garantir resultados positivos na logística, optar pela ajuda de parceiros é uma boa opção. A Bis2Bis conta com a colaboração de duas empresas especialistas no assunto. Clique aqui para conferir!

No vídeo abaixo, ainda é possível compreender a importância da logística no e-commerce e por que a empresa vive desse processo.

5- Torne o seu e-commerce seguro

Apostar em certificados de segurança para o e-commerce não torna o processo mais confiável somente para os consumidores, que têm os seus dados protegidos, mas também para você, lojista. Afinal, o empreendimento fica protegido contra roubos, a marca se torna mais valorizada e o e-commerce ganha uma melhor posição nos buscadores. Negligenciar esse processo traz baixo ou nenhum resultado de venda para a sua empresa.

Entretanto, escolher o melhor certificado requer cuidado e atenção. Para te ajudar, confira o texto exclusivo que temos sobre o assunto e saiba escolher o melhor serviço para a segurança do seu e-commerce.

 

6- Aposte em um suporte eficiente para vender mais

Se você tem um e-commerce funcionando perfeitamente, mas não há ninguém para realizar um suporte de qualidade para o consumidor, então você não planejou o seu negócio corretamente. O suporte ao cliente deve fazer parte do planejamento e precisa estar ativo desde o primeiro dia de funcionamento da sua loja virtual.

A partir dessa atitude, os consumidores tenderão a ter mais confiança e credibilidade na sua loja virtual. Estar presente para conversar (via Chat, 0800 e entre outros) no momento de dúvida do consumidor é essencial, pois passa mais segurança para quem está comprando pela primeira vez e gera um impacto positivo, tirando o consumidor de cima do muro. Mas lembre-se, para garantir todas essas vantagens, é preciso que o atendimento seja realmente de qualidade, humanizado e completamente educado. Caso contrário, adeus vendas.

Confira 5 melhores práticas de atendimento para o seu e-commerce!

Quer criar um e-commerce de sucesso? Então baixe gratuitamente o checklist que a Bis2Bis preparou para você com todos os passos que precisa seguir para iniciar uma loja virtual eficiente!

Se ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, converse com um de nossos especialistas em e-commerce. Ganhe uma consultoria!

Leia também: As melhores estratégias de SEO para seu e-commerce

Compartilhe nas mídias sociais

Comente aqui ↓