Integração com marketplaces: a nova ferramenta da Bis2Bis

2193 Visitas0 Comentários

Compartilhe nas mídias sociais

 

Estes espaços são ótimos por apresentarem um rápido retorno financeiro

Os marketplaces são excelentes espaços para os empreendedores do e-commerce aumentarem seu raio de atuação. Os pequenos lojistas, em especial, encontram nestes espaços, a oportunidade de conquistar novos clientes, expor sua marca e produtos e ter um retorno financeiro relativamente rápido e considerável. Por isso fazer integração com marketplaces é essencial.

Mas, para ter uma operação de sucesso nestes canais, é importante contar com métodos e ferramentas que facilitem todo o processo entre loja e marketplace. Antes disso, ainda é preciso contar com uma plataforma robusta e estruturada. Aqui na Bis2Bis, essa plataforma é o Magento. Podemos notar, por meio das experiências de muitos de nossos clientes, que esta plataforma tem respondido positivamente quando o assunto é integração aos marketplaces. Mas isso se deve, também, ao mais recente módulo lançado pela Bis2Bis, o Marketplace Hub, que garante um processo completo, fácil e muito seguro para o lojista e seu consumidor.

 

Como integrar

Quando o lojista adquire este módulo e firma a parceria com o marketplace, ele escolhe os produtos que serão trabalhados neste novo espaço, determina todas as especificações de cada mercadoria e envia estes dados ao marketplace escolhido para catalogação via API. Em geral, este processo de aprovação e catalogação leva de 15 a 30 dias.

Algumas vezes, os marketplaces exigem uma descrição mais completa dos itens selecionados pelo lojista, mas, com o Marketplace Hub é possível adicionar as informações solicitadas com facilidade.

O módulo também proporciona uma série de outras vantagens ao lojista. Uma delas é a integração de pedidos, ou seja, qualquer pedido que seja feito na loja ou no marketplace será indicado pelo módulo, que especificará em qual dos dois canais ele foi realizado. Da mesma forma com o estoque, que fica completamente sincronizado e não sofre qualquer tipo de erro, como a indicação de um volume de vendas divergente.

Além disso, com o Marketplace Hub, o lojista pode trabalhar a precificação dos produtos no marketplace da forma que julgar melhor – os preços podem ser os mesmos da loja virtual ou diferenciados, visando um lucro maior.

 

Vendas automatizadas

Outro ponto que vale destacar é quando uma venda é realizada via marketplace – o lojista se responsabiliza por todo o processo de embalagem e estoque e, através do módulo integrador, consegue partilhar todas as informações da Nota Fiscal com o marketplace, que as entrega ao cliente via e-mail.

Desse modo, o lojista estabelece uma relação completamente automatizada com o marketplace e não corre risco de submeter seu negócio a erros que podem ser evitados, consequentemente, a chance de sucesso e alto volume de vendas fica muito maior!

Saiba mais sobre marketplaces assistindo ao vídeo!

Compartilhe nas mídias sociais

Comente aqui ↓