Automação no e-commerce: 4 processos que precisam ser automatizados

15 de dezembro de 2020

Imagine um mundo em que você não tem o trabalho de pagar as contas. Isso na verdade já é quase realidade atualmente (Mas calma, deixa eu te explicar como isso é possível e o que isso tem a ver com Automação no e-commerce). Muito mais fácil do que pegar uma conta, abrir o envelope do boleto, entrar no seu aplicativo do banco, escanear o código de barras e, aí sim, pagar a conta, é quando você escolhe fazer tudo isso de forma automatizada. Ou seja, em débito automático.

Esse é apenas um exemplo das diversas atividades automatizadas que fazem parte do nosso dia a dia. Agora, se rotineiramente essas ações automatizadas são tão fundamentais para milhares de pessoas, por que a automação no e-commerce não seria?

A automação é uma tática fundamental para fazer com que o seu negócio pare de perder tempo. Ou seja, ela identifica os processos de uma operação que podem ser mecanizados, tornando as tarefas automáticas. O maior objetivo da automação é otimizar tempo e recursos de uma operação. Por isso, automatizar as tarefas do seu e-commerce é imprescindível se você quer crescer (ou está crescendo) no mercado.

Pensando em melhorar a sua operação, vou trazer nesse artigo, 4 processos que eu considero importantes de serem automatizados no e-commerce:

1 – Controle de estoque

Quando sua loja recebe um pedido, como vocês fazem a conferência do pedido? É muito provável que um colaborador tenha que ir manualmente conferir se há estoque do produto, separar esse item e depois ainda ter que subir isso no sistema.

Por exemplo, quando um cliente compra um produto no e-commerce, mas, assim que a empresa recebe o pedido, nota que o produto não consta em estoque. Isso é a falta de sincronização entre a loja virtual e o estoque físico. Isso é muito comum.

Durante essa etapa é muito comum que haja erros e demanda retrabalhos. Isso porque o controle de estoque é uma das etapas do e-commerce que mais concentra volume de informações e ações é o controle de estoque. Assim, quanto mais manual, maior a quantidade de erros.

O ideal aqui é que você conte com um sistema integrado (como o ERP) que dê baixa automaticamente na loja virtual e no estoque. É essa automação no e-commerce que vai 

diminuir o trabalho e os riscos de erros na gestão do estoque.

2 – Fluxo de pagamento

O fluxo de pagamento do seu e-commerce é realizado por alguém que é responsável por verificar os pagamentos, emitir as notas fiscais, e monitorar o fechamento de pedido. Acertei? É muito comum que o fluxo de pagamento aconteça dessa forma, mais manual mesmo. Porém, o grande problema é que isso demanda um grande tempo do colaborador. Além de submeter o processo a mais erros.

Quando você escolhe automatizar o fluxo de pagamento do e-commerce, basicamente, você está integrando eletronicamente a operação financeira externa e interna da empresa.

Ou seja, a automação do fluxo de pagamentos vai, na prática, acelerar a confirmação do pagamento do cliente e, automaticamente, isso vai guiar o pedido de forma mais rápida dentro do sistema.

Em suma, essa automação no fluxo de pagamento facilita a compra e aumenta a segurança para o cliente. Além disso, para a empresa, ainda facilita os processos internos e evita fraudes e golpes no sistema.

3 – Atendimento ao cliente

É muito comum que o consumidor entre em contato pelos diversos canais de uma empresa, como:

  • Instagram;
  • abertura de ticket;
  • Facebook;
  • telefone;
  • Whatsapp;
  • entre outros.

E o grande problema é que muitas vezes esses canais não são integrados. Por exemplo, o cliente manda um direct no Instagram. A empresa responde que não trata certos problemas via redes sociais. Então, o cliente fala com o chatbot do site, mas a ferramenta não consegue atender sua dúvida. Logo depois ele liga no suporte da empresa, relata seu problema e eles direcionam o cliente para outro setor. Assim, quando o cliente vai falar com a pessoa ideal para atendê-lo, vai ter que falar novamente todo o seu problema. Caos total!

Essa é uma situação muito comum dentro do e-commerce. Entretanto, isso é muito ruim para o cliente (que desanima com a compra) e também para a empresa, que perde o tempo de vários colaboradores.

A automação dos canais de comunicação pode evitar todas essas situações. Assim, é possível centralizar todos esses processos e poupar muita dor de cabeça. Um exemplo disso é o Omnichannel, uma estratégia de comunicação que tem crescido muito e possibilita que o cliente entre em contato com a sua empresa pelo canal que ele preferir.

4 – Ações de marketing

O marketing como um todo deve ser escalável e eficiente. Isto é, tentar fugir das ações manuais, que são muito comuns nessa área, como:

  • postar posts no Instagram;
  • veicular storie;
  • disparar e-mails marketing;
  • criar newsletter;
  • publicar artigos;
  • postar vídeos;
  • e diversas outras.

Todos esses tópicos que listei são apenas alguns dos processos rotineiros de uma equipe de marketing. Na grande maioria das empresas, é tudo feito manualmente. Entretanto, a automação do e-commerce vai facilitar muito as ações de marketing também.

Isso porque, com a automação, você consegue programar posts e stories, criar padrões de newsletter e listas de envios e até publicar artigos e vídeos. Tudo centralizado, otimizado e mais rápido. 

Além de facilitar a organização de demandas, a automação desse processo possibilita melhor mensuração de resultados e um alto conhecimento do seu público. Assim, é possível ter muito mais eficiência em todos os processos de venda e comunicação.

Automatizar sem desumanizar

Quando a gente cresce, muitas vezes não damos conta de que o nosso negócio tem que crescer junto. E pensar na automação do e-commerce é fundamental para escalar o seu negócio. Isso é fato.

Mas quero que uma coisa fique bem clara aqui neste artigo. Você tem que entender o que você consegue automatizar na sua operação e o que é eficaz para você. Falo isso porque pode ser que muitos desses processos nem façam sentido ser automatizados dentro da sua operação. Então, já digo aqui que o primeiro passo é entender o que, na sua operação, realmente precisa ser melhorado e automatizado.

A automação no e-commerce vai melhorar muito a produtividade, a agilidade e a qualidade da sua operação. Mas minha principal dica de hoje é que todo esse processo de automação no e-commerce não pode “robotizar” seu negócio. Isto é, ainda que automatizado, mantenha a humanização e o relacionamento com o consumidor. Em suma, automatize os processos, mas não robotize a sua operação.

Tudo que você precisa saber para vender mais no e-commerce

A automação é um dos pontos que vai facilitar e acelerar muito a produção do seu e-commerce. Entretanto, além da automação, existem outros fatores que podem melhorar as vendas do seu negócio.

Escrevi uma série de artigos falando sobre todos os fatores necessários para vender mais no e-commerce. Para não perder nenhum artigo, inscreva-se na nossa newsletter e receba os textos semanais ou clique no botão abaixo e confira tudo o que já escrevi sobre “Como vender mais no e-commerce”:

Como vender mais no e-commerce


Tags:







Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis
Iniciar Conversa
1
Contato Comercial Bis2Bis
Olá,
Esse é um canal comercial da Bis2Bis Ecommerce.
Converse agora com nossa equipe de especialistas.