Bis2Bis E-commerce

Black Friday 2023: quando é e como se preparar para vender mais?

Redação Bis2Bis | 8 de setembro de 2023

A Black Friday é um dos eventos mais aguardados para consumidores e lojistas. Essa data marca o início da temporada de compras de fim de ano. Afinal, é o período de descontos e a oportunidade de economizar em uma variedade de produtos.

Não é à toa que a ocasião promete aquecer ainda mais o mercado e está se mantendo numa curva de crescimento.

Neste ano, a Black Friday 2023 acontecerá no dia 24 de novembro. Por isso, é importante estar preparado para esse evento essencial no calendário de vendas.

Se você está se perguntando como pode melhorar seus resultados na data mais importante do ano, continue a leitura deste artigo.

Você vai descobrir os principais aspectos da Black Friday, desde suas origens até as expectativas e estratégias de vendas para esta edição.

Quando é a Black Friday 2023?

A Black Friday 2023 será no dia 24 de novembro.

É importante marcar essa data no calendário, pois as expectativas são altas, tanto para clientes em busca de ofertas quanto para os varejistas que desejam impulsionar suas vendas.

Neste ano, encontramos um consumidor mais otimista, já que 60% do público acredita na melhora de sua capacidade de compra até o final do ano.

Os motivos para essa perspectiva positiva abrangem o controle dos gastos pessoais, investimentos em uma nova fonte de renda e a evolução do mercado de trabalho.

Ou seja, as vendas devem crescer neste segundo semestre, o que traz boas notícias para as campanhas de Black Friday 2023.

💡 Leia também: Como aumentar as vendas online em 2023?

Como surgiu a Black Friday?

A história da Black Friday remonta aos anos 1960 nos Estados Unidos. Inicialmente, o termo era usado para descrever o trânsito caótico que ocorria após o feriado de Ação de Graças. 

Com o tempo, a expressão passou a ser associada às promoções e descontos que marcavam o início das compras de Natal.

A Black Friday dos Estados Unidos, em 2011. Fonte: G1 Economia.
A Black Friday dos Estados Unidos, em 2011. Fonte: G1 Economia.

Já no Brasil, a ocasião começou no E-commerce, onde as primeiras promoções foram implementadas em 2010.

A Bis2Bis E-Commerce marcou presença desde o início da Black Friday no Brasil, e pudemos notar muitas mudanças no mercado. Assim como o crescimento da confiança nas compras virtuais.

Histórico de resultado das campanhas de 2010 a 2020.
Histórico de resultado das campanhas de 2010 a 2020.

Isso porque as lojas virtuais sempre foram um ótimo veículo para as promoções e vantagens da campanha e, neste ano, não vai ser diferente. Confira as expectativas para a próxima edição.

Números da Black Friday 2022

Antes de falarmos sobre a preparação para a Black Friday deste ano, é importante entender como foram os resultados da edição passada.

Apesar das projeções otimistas, a data apresentou uma queda tanto no varejo físico quanto nas vendas de E-commerce. Por outro lado, é necessário entender que a edição passada foi atípica.

Coincidindo com a abertura da Copa do Mundo, as campanhas de Black Friday foram ofuscadas pelo frenesi do Mundial.

Outro fator que impactou neste resultado foi a diluição das compras durante todo o mês de novembro. Reflexo das campanhas de Black November, que abrangem todo o período, ao invés de focar somente em um único dia.

No balanço geral, o faturamento da Black Friday 2022 foi de R$6,1 bilhões e o ticket médio ficou em R$618,16.

Números da Black Friday de 2022 em comparação com a edição de 2021
Números da Black Friday de 2022 em comparação com a edição de 2021

Por outro lado, alguns setores apresentaram crescimento nas vendas:

  • Games: 27,8%
  • Eletrônicos: 9,5%
  • Casa e Decoração: 9%
  • Alimentos e Bebidas: 13,8% (número de pedidos)

O desempenho das empresas de supermercados também movimentou a edição passada. Os itens de destaque foram bebidas alcoólicas, hortifruti, mercearia, laticínios e produtos de limpeza.

Já o perfil dos consumidores se manteve constante, sendo 57,44% clientes do gênero feminino. Um ponto de destaque foi o método de pagamento escolhido, sendo o preferido o cartão de crédito. Os dados são da Confi Neotrust e ClearSale.

Meios de Pagamento mais utilizados nas compras de Black Friday em 2022
Meios de Pagamento mais utilizados nas compras de Black Friday em 2022

Esses dados seguem uma tendência que vêm se confirmando desde 2019: o advento da compra online como meio de aquisição principal do brasileiro, principalmente em grandes datas comemorativas como a Black Friday.

Expectativas para a Black Friday 2023

Para a Black Friday 2023, o cenário é bastante promissor e favorável para o crescimento do seu E-commerce. Assim como toda edição, a campanha de vendas mais popular do ano é uma grande oportunidade de faturamento para os lojistas.

De acordo com as intenções de compra, um terço dos brasileiros pretendem gastar mais de R$1.000 nas compras de Black Friday. Todas essas circunstâncias, aliadas ao avanço contínuo da promoção no Brasil, tornam a data uma das maiores do ano.

Confira outras expectativas para as promoções deste ano.

Setores em alta na Black Friday 2023

Ao analisar as categorias em alta para a Black Friday 2023, é importante entender qual comportamento está por trás dessa intenção de compra.

Segundo pesquisa da Globo em parceria com PiniOn, os itens mais procurados serão:

  • Smartphone: 24%
  • Calçados: 22%
  • Roupas e Acessórios: 21%
  • Perfumes e Cosméticos: 20%
  • Eletrônicos: 19%

Os dados também se alinham às expectativas do Mercado Livre, maior E-commerce da América Latina. De acordo com as projeções da empresa, as categorias de sucesso durante a Black Friday foram separadas por faixa etária:

Intenção de compra por categoria e faixa etária na Black Friday 2023
Intenção de compra por categoria e faixa etária na Black Friday 2023

💡 Leia também: Aposte em E-commerce de nicho para vender mais!

Perfil dos consumidores para a Black Friday 2023

Uma das partes mais importantes de qualquer estratégia de marketing é descobrir qual é o seu público-alvo. E, assim, direcionar sua publicidade e ofertas para essa clientela, que tem uma probabilidade maior de compra.

Na Black Friday, a estratégia não muda. É preciso saber para quem você está direcionando as suas campanhas. É claro que cada empresa tem um perfil específico, mas é importante entender um panorama geral dos compradores dessas promoções.

Para este ano, a expectativa é que o shopper da Black Friday siga este perfil:

Para a Black Friday 2023, a expectativa é que os consumidores sigam este perfil
Para a Black Friday 2023, a expectativa é que os consumidores sigam este perfil.

Fatores decisivos para a compra

Chegamos num momento em que a Black Friday não está apenas consolidada no Brasil, ela já é aguardada com certa expectativa. 

Em 2023, muitos compradores esperam pela data para adquirir um item de necessidade, fazer suas compras de final de ano ou se presentear com alguma coisa especial.

Ainda segundo os dados do Mercado Livre, os consumidores estão buscando principalmente por preços atrativos (91%) e frete grátis (70%).

Além disso, as avaliações de outros clientes e cupons de descontos também são fatores importantes para a decisão de compra.

Da mesma forma, os aplicativos são um dos principais canais de compra na Black Friday. Esses são alguns dos motivos que fariam um consumidor baixar o app para fazer suas aquisições:

Motivos que fariam os consumidores baixarem um aplicativo
Motivos que fariam os consumidores baixarem um aplicativo

Como se preparar para a Black Friday 2023 e vender mais?

O primeiro passo de qualquer estratégia de vendas para a Black Friday deve ser o planejamento. Afinal, a data gera um aumento significativo nas visitas e vendas do seu E-commerce.

Ou seja, ele é fundamental para garantir que você possa atender à demanda durante a Black Friday.

Para isso, separamos 6 dicas que vão te ajudar nessa etapa.

1. Gestão de Estoque

A Black Friday é um evento com alta saída de produtos e você precisa estar preparado para suprir a demanda de seus clientes. 

Para isso a gestão de estoque é muito importante! Isso garantirá que todos os pedidos sejam faturados, despachados e entregues.

Assim, é importante incluir uma revisão cuidadosa do estoque e notificar seus fornecedores para que eles estejam cientes das suas necessidades. 

Analise os dados históricos da sua operação, entenda quais são os itens de maior saída e quais possuem uma margem de lucro mais alta.

E então, atente-se a esses pontos:

  • Mantenha um inventário de estoque;
  • Faça uma previsão de vendas de cada item, de acordo com a curva ABC;
  • Acompanhe os pedidos e dê baixa nos produtos de forma automática com uma integração;
  • Certifique-se que a logística do empacotamento seja consistente.

2. Formação de Preço

Todas as campanhas de Black Friday são pautadas em promoção! Esse é o principal fator de atração para os consumidores que estão buscando por preços mais atrativos e reais.

Por isso, revise a formação de preço dos produtos oferecidos no seu E-commerce para conseguir apostar em descontos realmente significativos.

Esse também é o momento para liquidar os itens de estoque mais antigos e de baixo giro. Isso gera confiança na sua marca e confirma que as ofertas da Black Friday valem a pena.

Mas lembre-se: os consumidores pesquisam com antecedência e sabem identificar quais promoções são realmente verdadeiras. Segundo levantamento da Méliuz, 40% dos clientes fazem cotação de preço antes do evento.

Ou seja, essa preparação reforça a intenção de compra, principalmente para aqueles que desejam itens de ticket médio mais alto. Mas somente convertem em venda se considerarem a promoção válida.

3. Meios de Pagamento

Estoque garantido e preços formados, é hora de pensar nos meios de pagamento que seu E-commerce vai disponibilizar durante a Black Friday 2023.

A regra geral é: quanto maior a variedade, mais chances de aumento na conversão.

Por outro lado, cada operação é única. Então é preciso entender qual é o comportamento dos seus clientes para tomar decisões mais assertivas.

Segundo as intenções de compra para 2023, o cartão de crédito é a principal modalidade citada. Seguida pelo PIX, carteiras digitais e boleto bancário.

Principais meios de pagamento para a Black Friday 2023.
Principais meios de pagamento para a Black Friday 2023.

🎬 Veja também: Como escolher o melhor meio de pagamento para o seu E-commerce?

4. Configuração do E-commerce

Em seguida, você precisa “arrumar a casa” para receber os visitantes na época de Black Friday.

Para isso, foque nas melhorias em seu E-commerce. Uma das ações que parece óbvia, mas é muito efetiva, é mudar o layout do seu E-commerce para um tema comemorativo.

Use as cores da paleta da campanha, optando por tons mais escuros e contraste chamativo. Assim, logo ao entrar em sua Loja Virtual, os visitantes terão a certeza de que encontrarão promoções.

Outra estratégia recomendada é ter uma categoria somente para os produtos com desconto de Black Friday 2023.

Assim, a navegabilidade será muito mais fluida e agradável para os usuários, que encontrarão as ofertas com facilidade.

5. Divulgação das Ofertas

Existem diversas maneiras de atrair clientes para seu e-commerce nesta Black Friday. Uma delas é investir em publicidade, seja de modo patrocinado ou orgânico, por exemplo.

Com o crescimento e difusão da campanha no país, sua campanha de divulgação deve começar o mais cedo possível. Isso porque os clientes começam a procurar por ofertas cerca de um mês antes da última sexta-feira de novembro, dia oficial das promoções.

Visita aos sites próximo à Black Friday
Aumento nos acessos aos sites próximo à Black Friday.

Além disso, 26% dos consumidores pesquisam com 3 meses de antecedência. Esse é um momento vantajoso para começar a divulgar suas ofertas, visto que o espaço é menos disputado pelas empresas.

6. Aproveite o mês

Com a popularização do E-commerce e da Black Friday, o consumidor passou a aguardar pela data com entusiasmo. Muitas vezes, inclusive, ele deixa para comprar itens que necessita no mês de novembro a fim de aproveitar os descontos da BF.

Uma maneira de aproveitar essa empolgação é implementando um mês ou semana de ofertas. Uma estratégia já bem difundida são as “Black Weeks” ou “Black November”, em que a data é antecipada ou estendida para beneficiar um número maior de clientes.

7. Marketplace

Se você é um lojista que também vende em Marketplaces, sua estratégia para a Black Friday precisa de alguns ajustes. Afinal, cada canal de vendas é único e tem as suas próprias características.

Por isso, foque no cadastro de produto, dando atenção a todas as etapas do processo:

  • Título: deve ser claro e passar todas as informações;
  • Fotos: precisam ser nítidas e com fundo branco;
  • Descrição: precisa informar e esclarecer quaisquer dúvidas. 

A Gubee, Hub Integrador de Marketplaces parceiro da Bis2Bis, reuniu especialistas para te ajudar a aumentar suas vendas nessa Black Friday. Assista ao vídeo e confira!

Agora, se você ainda não vende nesses canais, é importante considerar a adoção dessa estratégia para a sua empresa. Isso porque, no ranking de e-commerces mais visitados durante a Black Friday, os marketplaces dominam as paradas.

E-commerces com maior visibilidade na edição de 2022.
E-commerces com maior visibilidade na edição de 2022.

8. O Omnichannel sai na frente

Uma das estratégias em destaque para o e-commerce em 2023, o omnichannel também representa um grande papel na Black Friday. 

Durante a jornada de compra, os consumidores costumam procurar ofertas em diversos canais. Inclusive, 27% do público pretende pesquisar promoções em sites de busca, mas 24% costuma visitar uma ou mais lojas físicas.

Por isso, é muito importante considerar integrações e tecnologias que tornem a sua operação cada vez mais omnichannel.

Para atingir seus objetivos, é essencial que seu e-commerce construa uma estratégia de modo a unificar a experiência de compra. Assim, sua empresa torna o processo acessível e diminui os pontos de atrito, aumentando as possibilidades de conversão.

💡 Leia também: Recursos essenciais para seu e-commerce ser omnichannel

9. Inteligência Artificial

A inteligência artificial está tão em alta que evoluiu além das expectativas. Aliás, algumas ferramentas já fazem parte da rotina de muitas operações.

E não é para menos. Um estudo da McKinsey revelou que cerca de 60% das atividades profissionais existentes poderão ter até 30% de suas tarefas automatizadas.

Para um período de alto volume de demandas como a Black Friday, é extremamente relevante saber quais são as aplicações que podem facilitar a operação de E-commerce. Além disso, é essencial incentivar a equipe do seu E-commerce a usar e aumentar a eficiência.

10. Plataforma e Infraestrutura

Com uma boa estratégia de marketing e divulgação, é certo que o seu E-commerce terá muitos acessos na Black Friday. Para conseguir atender ao aumento de visitas nessa data, sua loja virtual precisa contar com uma infraestrutura adequada e uma plataforma que conte com suporte especializado para a data. 

Para garantir a estabilidade, segurança e performance de todos os nossos clientes, a Bis2Bis E-commerce reúne todos os anos uma equipe especializada na Black Friday. 

Preparamos a nossa infraestrutura para os picos de acesso e realizamos plantões de atendimento e monitoramento. Tudo isso porque entendemos a importância dessa data para o comércio e também nos preparamos para ajudá-los a alcançar os melhores resultados.

E depois da Black Friday?

Tão importante quanto as ações de Black Friday, são as estratégias que seu E-commerce vai adotar após o período de promoções.

Essa é a chance de continuar o relacionamento com os clientes adquiridos, fidelizar e aumentar o faturamento da sua Loja Online durante todo o ano.

Aposte na Cyber Monday

A Cyber Monday, que ocorre na segunda-feira imediatamente posterior à Black Friday (neste ano, no dia 28 de novembro), é outra data importante. O evento costuma ser exclusivo do varejo online, em que lojas virtuais oferecem descontos especiais em itens da área de tecnologia, como smartphones, notebooks e videogames.

Apesar de ser um evento que começou com foco no ramo tecnológico, atualmente categorias como brinquedos, entretenimento e moda também encontraram seu lugar na Cyber Monday. A data é uma aposta certeira para atrair os consumidores indecisos que deixaram as compras da Black Friday para a última hora e acabaram perdendo ofertas.

💡 Leia também: Diferenciais competitivos para E-commerces de Eletrônicos

Remarketing

Com estratégias de remarketing, você consegue alcançar clientes que não concluíram a compra na primeira visita a seu e-commerce. De acordo com dados, 17% dos e-mails enviados com soluções de retargeting na Black Friday foram abertos, o que demonstra um interesse do público. 

Aliado ao disparo de e-mail como lembrete de carrinho abandonado, outras estratégias de remarketing podem ser usadas na Black Friday. Algumas delas são os anúncios pagos, que servem como lembretes de produtos que o cliente visualizou e não efetuou a compra.

Carrinho abandonado: saiba como recuperar suas vendas
Carrinho abandonado: saiba como recuperar suas vendas

💡 Leia também: Quais ações fazer no Pós-Black Friday?

Como garantir segurança e estabilidade na Black Friday 2023?

Tudo o que foi visto neste artigo só demonstra como a Black Friday 2023 tem um grande potencial de vendas para o e-commerce. 

E para fazer parte dessa evolução você precisa contar com os parceiros que oferecem os recursos necessários para crescer. 

Aqui na Bis2Bis E-commerce, além de suporte especializado, você encontra uma plataforma escalável e responsiva. Tudo desenvolvido para atender às demandas da Black Friday e todos os momentos que sua Loja Virtual precisar!

Entre em contato com um dos nossos especialistas e encontre a solução para o seu e-commerce!

Fale com um especialista


Tags: