Escalabilidade no e-commerce: o que é e como escalar seu negócio

22 de dezembro de 2020

Crescer no mercado é tudo o que nós, empreendedores, buscamos. Entretanto, junto com a evolução vem as dores do crescimento (consequências da expansão). Se você já está no momento “Minha loja virtual cresceu e agora?”, sabe o quanto isso é bom. Mas também sabe que já passou da hora de falar sobre escalabilidade no e-commerce.

A escalabilidade é fundamental quando se pensa a longo prazo. Um negócio escalável garante que a estrutura da sua operação está preparada para crescer e atender altas demandas. Isso aumentando o seu faturamento e garantindo ótimas entregas para o cliente

Algo que vale a pena refletir, também, é que pensar sobre escalabilidade no e-commerce não é apenas um papo para quem já cresceu. Pelo contrário, a escalabilidade também é influenciada pela base em que o empreendimento foi criado.

E isso quer dizer que quanto antes você pensar sobre escalabilidade no e-commerce, melhor serão os frutos do seu negócio online. Dessa forma, mesmo quando se é pequeno, é possível “escalar” algumas atividades. E isso vai te ajudar, e muito, a consolidar sua empresa e vender mais.

O que é escalabilidade no e-commerce?

Então, para começar a discussão, gostaria de trazer a definição de escalável. Para isso, busquei o sentido da palavra no dicionário Priberam:

“Que tem condições para crescer de forma uniforme ou para suportar um aumento de carga (ex.: negócio escalável; sistema informático escalável)”

 

No e-commerce, o ponto primordial da escalabilidade é a infraestrutura. Afinal, a estrutura é a base para fazer com que a empresa possa crescer. Por exemplo, se você tem uma plataforma de e-commerce fraca, engessada, então ela não vai suportar o alto número de acessos. Ela pode até te cobrar por pageview, o que a longo prazo não faz sentido, pois sua operação estará em crescimento, aumentado os custos.

Entretanto, não é apenas a plataforma que pode impulsionar ou travar o crescimento. Recursos e ferramentas que movimentam a sua operação também influenciam na escalabilidade no e-commerce. Por isso, todos esses fatores devem ser levados em conta. E seu e-commerce precisa possibilitar mudanças rápidas, visando crescimento a curto e longo prazo. 

Como escalar meu e-commerce?

Tornar um negócio escalável é pensar no crescimento exponencial de todas as “peças” do seu negócio. Existem alguns pontos em que você pode focar para escalar o e-commerce:

  • Planejamento Estratégico

Se você quer crescer, o primeiro passo é planejar a sua operação. Em qualquer situação, criar um Planejamento Estratégico vai organizar a sua empresa. E esse planejamento vai estartar o que você precisa para você crescer. 

Essa etapa é MUITO importante para o seu negócio! Assim, se você realmente quer tornar sua loja virtual escalável, esse precisa ser um dos seus objetivos estratégicos. Você deve direcionar objetivos e forças para criar maneiras de aplicar a escalabilidade no e-commerce, e todo esse trabalho começa com um plano estratégico claro e bem comunicado.

  • Automação

Para dar o próximo passo e crescer de forma escalável, a automação é fundamental. A automação é, basicamente, tornar automáticos os processos de uma empresa. Isso porque a automação identifica custos supérfluos e realiza grande número de tarefas em curto espaço de tempo.

Esse tópico é muito amplo e dá margem para discutirmos muito sobre ele. Porém, não quero me estender muito aqui. Então, escrevi um artigo só sobre automação no e-commerce. Se você quiser ler o texto, é só clicar aqui.

  • Atendimento ao cliente

O atendimento ao cliente é um dos processos mais complicados de serem escalados em um negócio. Isso porque demanda uma equipe com um alto volume de demandas que tem que ser solucionadas no momento em que o cliente precisa.

Quando pensamos nessa situação a longo prazo, vemos que esse pode ser um dos fatores que gera muitos gargalos na operação. Por isso, uma solução viável para escalabilidade no e-commerce é buscar uma integração Omnichannel.

A instalação de um chatbot na sua loja virtual, por exemplo, pode ajudar a tirar dúvidas pontuais do cliente. Ter um FAQ e até artigos no site, isso tudo integrado a outros canais de comunicação pode escalar muito o atendimento da sua loja e, ainda por cima, melhorar a experiência do cliente.

Plataforma de e-commerce robusta

Quando um e-commerce cresce, é natural que os acessos aumentem. Entretanto, isso não vai garantir vendas se a sua plataforma não estiver pronta para receber os usuários.

Para deixar o seu negócio escalável e evoluir, o alcance da sua loja não deve se limitar. Por isso, é importantíssimo que a sua plataforma de e-commerce tenha um servidor dedicado que suporte grandes demandas.

Além disso, sua plataforma de e-commerce deve se adequar ao seu modelo de negócio. Entender todas as suas particularidades. Isso significa que deve ser possível criar atualizações, conforme o e-commerce for crescendo.

Alguns recursos dentro da plataforma (como listas de presentes, checkout otimizado, compre junto, etc) podem suprir necessidades específicas do seu negócio. Portanto, você precisa ser uma opção para você.

  • Integração

Para que o seu e-commerce tenha alta performance e escalabilidade nos processos, você precisa de um “especialista” em cada área da sua operação.

Existem alguns fatores que precisam de atenção. Fatores que, provavelmente, vão precisar de algum tipo de integração para funcionar de forma escalável. Entre eles:

  • Ter um sistema ERP;
  • Métodos de entrega;
  • Domínios;
  • Rotinas de marketing;
  • Métodos de pagamento;
  • Canais de Atendimento;
  • Certificados de segurança.

As integrações são fundamentais para garantir eficiência em todos os processos do e-commerce. Ou seja, integrar ferramentas serve para que o seu e-commerce funcione de forma harmônica e eficiente, eliminando trabalhos manuais.

Assim, apesar de no meu texto esse tópico estar didaticamente em um tópico separado, as integrações são uma das bases da automação e são essenciais para escalar qualquer negócio!

  • Fornecedores escaláveis

Não adianta o seu tráfego, suas vendas e suas demandas aumentarem se seus fornecedores não entregarem o que você precisar.

Muitas vezes, o empreendedor só senta para analisar os fornecedores quando ocorre algum problema. Quando o fornecimento para. E é isso que operações escaláveis precisam antecipar.

Com algum esforço, é possível analisar as métricas e entender como e quanto a empresa está crescendo. Assim, é possível conversar com os fornecedores e compreender como eles vão reagir diante da alta na demanda.

Assim, se você realmente quer escalar, chegou a hora de rever os seus fornecedores e a sua logística para que eles sejam escaláveis junto com a sua empresa.

Cresça do jeito certo!

O crescimento faz parte da realidade do empresário. Entretanto, por mais que bom, as mudanças que vêm com a expansão trazem consequências. E você tem que estar pronto para lidar com isso, ou terá problemas!

Como listei acima, existem uma série de fatores que influenciam na escalabilidade no e-commerce. Uma forma ter um e-commerce escalável é investir em uma Plataforma de E-commerce robusta. Conta com a gente nisso, afinal a Bis2Bis E-commerce é especialista no desenvolvimento de lojas virtuais com alta performance, com altas taxas de conversão e suporte especializado.

Se você quiser, fale com um dos nossos especialistas e saiba mais sobre a nossa tecnologia.


Tags:




1 comentário

  1. […] um serviço de excelência, garantindo aos seus clientes as bases necessárias para você ganhar escalabilidade comercial e vender muito mais no mundo […]




Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis
Iniciar Conversa
1
Contato Comercial Bis2Bis
Olá,
Esse é um canal comercial da Bis2Bis Ecommerce.
Converse agora com nossa equipe de especialistas.