Por que minha loja virtual não vende?

14 de julho de 2020

No meio físico, consolidar uma marca não é algo que se faz do dia para a noite. Na internet não é nada diferente disso, a credibilidade leva tempo para ser consolidada. Mas algumas ações assertivas, combinadas com trabalho duro e dedicação, podem render resultados positivos. Afinal, você não pode ficar esperando o cliente decidir comprar na sua loja. Não adianta se questionar o porquê a loja virtual não vende se você não está fazendo o mínimo para convencer o seu público a comprar.

Existem soluções simples que podem alavancar as vendas de quem está buscando evoluir a loja virtual. São pequenos fatores que podem ser a razão pela qual a sua loja virtual não vende, confira alguns:

Falta de segmentação

Será que você está focando no público certo? Às vezes temos a ideia de que “o que cair na rede é peixe”, mas na internet a realidade é bem diferente. Se você não sabe quem é o seu cliente, não tem como se comunicar com ele. Isso faz com que sua loja virtual não seja focada no seu usuário. Pode parecer pouco, mas a falta de segmentação afasta muitos consumidores (ou não atrai) e sua loja virtual não vende tanto como você esperava.

O primeiro passo da venda é que seu público te conheça. Muitas empresas não têm uma comunicação ativa com seu consumidor. Dessa forma, não conhece seu público e não sabe o que ele quer comprar.

Por isso, identifique sua persona. Você não tem como vender se não sabe para quem está vendendo. Conheça seu cliente e suas dores, para acertar na comunicação e fazer com que ele identifique seu produto como uma solução para seu problema.

É preciso definir um nicho

Dentro do nicho de loja virtual de moda, por exemplo, tem várias segmentações possíveis. Se o proprietário desta loja não souber o seu público, provavelmente, sua loja virtual não vende como esperado.

Um segmento tem várias opções a se aventurar, no caso, o empreendedor definiu que a sua loja virtual seria de moda feminina. Mas, ainda assim, não basta para ter uma comunicação eficiente com o cliente, ele deve especificar mais o nicho. 

A marca deve ser vista como referência em um nicho, no caso um estilo de roupa. Pois, ainda que seja focada em moda feminina, a loja virtual pode vender roupas infantis, roupa de ginástica, roupa para gestante, roupas de festa, entre muitos outros.

Definindo um nicho, será possível criar uma comunicação eficiente com seu público e com certeza vender mais. Definitivamente, ser especializado no seu produto é um diferencial competitivo que agrega mais valor à marca.

Seja acessível!

Muitas lojas virtuais perdem vendas porque não se colocam no lugar do cliente ao dispor as informações no site. Quando o cliente está navegando na loja e tem alguma dúvida que não consegue resolver pelo site, muitas vezes ele busca por outro meio de contato. Por isso, disponibilize diversos canais para o consumidor entrar em contato com a sua loja. Esses canais tem que atendê-lo da maneira que ele preferir, seja por meio do Instagram, Facebook, Whatsapp, chatbox ou e-mail. A questão é: esteja presente.

Também é interessante que você deixe um número de telefone fixo. Muitas pessoas ainda dão mais credibilidade para esse meio de contato e veem como o único em que elas podem confiar. Isso também mostra que a sua loja virtual não é feita apenas por “robozinhos”. Em alguns casos, ligar para o número e falar com “uma pessoa de verdade” transmite mais segurança na hora da compra.

O atendimento ao cliente é uma etapa que parece pequena, mas exige cuidado minucioso. Mas, veja bem, o cliente não pode ficar esperando, responda o mais rápido possível. De nada adianta ter diversos canais de atendimento e não atender em nenhum deles.

Imagem e descrição do produto falhas

Ao procurar um produto, nos deparamos com muitas descrições genéricas e incompletas. Isso, muitas vezes, não vai ser um fator excludente da compra, mas com certeza não vai te destacar diante dos concorrentes e pode ser o que está fazendo com que a sua loja virtual não vende mais do que você espera. 

Se o preço não diferencia a sua loja, outros fatores devem fazê-lo. Quando um cliente entra na sua loja e na do concorrente e se depara com preços iguais, o que vai definir sua compra são os detalhes. Uma descrição bem feita, mostrando a versatilidade do produto e dicas de como usá-lo, combinado com imagem de boa qualidade, vai gerar mais confiança. Afinal, se quer fazer o consumidor comprar na sua loja, é preciso proporcionar mais que o básico. 

Imagens de boa qualidade e de diversos ângulos são fatores obrigatórios ao postar um produto na internet. Os clientes são desconfiados. Oferecer a descrição detalhada e uma boa imagem vai facilitar a tomada de decisão. Vídeos geram engajamento e podem ser uma boa estratégia de convencer o cliente que o seu produto é bom, pois mostra o produto sob uma nova perspectiva.

Plataforma sem recursos

Se você está preocupado pensando porque a sua loja virtual não vende, você deve estar atento à experiência do seu consumidor. Uma loja virtual mal estruturada, com instabilidade e defeitos técnicos vai afastar o seu cliente.

Uma plataforma sem recursos vai travar o crescimento das suas vendas. Por isso, ao contratar um serviço de plataforma para loja virtual, você deve ficar atento a alguns pontos:

  1. Facilidade em gerenciar a plataforma
  2. Boa indexação
  3. Segurança
  4. Suporte eficiente
  5. Integração facilitada
  6. Personalização

Uma plataforma que não te ofereça versatilidade pode deixar você na mão e te dar muita dor de cabeça. Uma plataforma completa deve te oferecer suporte e possibilitar uma experiência incrível para o consumidor. Porque oferecer uma experiência ruim é um caminho sem volta para o cliente, pois ele não vai querer comprar em uma loja que não passa segurança. 

Não investir em marketing digital

Muita gente lamenta que a loja virtual não vende, mas não investe em marketing digital, por achar que é um fator secundário. Desprezar o investimento em marketing é uma falha (das graves)! Porque ninguém vai comprar na sua loja se não souberem que ela existe. E o marketing é responsável por colocar a sua marca no mercado. 

Claro que você não precisa gastar seu orçamento mensal apenas investindo em marketing digital. Pois, assim como o crescimento do seu negócio, a sua marca vai crescendo gradualmente. 

Mas você precisa gerar tráfego para sua loja e o marketing vai te ajudar nessa missão. Ter controle sobre as plataformas Google Analytics e Google Adwards, por exemplo, deve fazer parte da sua gestão. Monitorar as campanhas que serão geradas no marketing, como produção de conteúdo e anúncios, é fundamental para entender o andamento do seu negócio. O marketing digital:

  • Garante presença online
  • Mensura e controla as ações da empresa
  • Ajuda a atrair clientes
  • Assegura credibilidade no mercado
  • Possibilita deixar sua empresa à frente dos concorrentes
  • Ajuda no direcionamento das ações
  • Propõe engajamento com o consumidor

Sua loja virtual não pode ficar no offline dessas ações. Assim, é o marketing digital que vai basear a sua posição no mercado e ajudar a vender mais.

Poucas formas de pagamento

Quantas formas de pagamento você disponibiliza na sua loja virtual?

Não adianta se questionar “porque minha loja virtual não vende?” e não facilitar a compra para o seu cliente. Dessa forma, disponibilizando, ao menos, três diferentes formas de pagamento as chances do consumidor efetuar a compra é muito maior. 

Mas, é claro, isso varia de acordo com a sua realidade e o seu nicho, mas uma coisa é certa: você deve oferecer diferentes formas de pagamento para atender o formato que o seu público quer pagar. 

Se o seu ticket médio for alto, é interessante pensar em formas personalizadas de proporcionar o pagamento (como boleto + cartão, por exemplo). Pois pode ser que o seu cliente não tenha limite em um só cartão para realizar a compra. 

Em lojas virtuais de móveis é bem comum utilizar essa opção mesclada de pagamento. Entretanto, você deve avaliar o que será mais benéfico para o seu cliente.

Falta de credibilidade

Como é vista a sua loja virtual no mercado? Sem credibilidade, os consumidores vão apenas navegar e não concretizar a compra na sua loja. Dessa forma, você deve passar segurança para o cliente realizar a compra e fazer a sua loja virtual vender.

As avaliações podem ajudar muito nesse processo de gerar uma rede de confiança com seu consumidor. Deixe as avaliações dos seus produtos à mostra no seu site. Mesmo as negativas, se você dedicar tempo a responder e justificar todos os erros, isso vai gerar uma boa visão da sua marca para os consumidores. Além disso, as boas avaliações criarão uma imagem positiva e orgânica, provando socialmente a credibilidade da sua loja virtual.

Criar uma aba, na loja virtual, com informações institucionais da sua marca pode ser um recurso eficiente para consolidar a loja virtual. Bem como colocar um pouco da história e dos valores da marca.

Quer aumentar as vendas na loja virtual?

Não há receita pronta que vá fazer você vender mais. Mas existem alguns fatores comuns que podem ser os motivos pelos quais a sua loja virtual não vende. São eles: a falta de segmentação, a falha na acessibilidade, a falta de cuidado com a imagem e descrição do produto, a plataforma sem recursos, a carência de investimento marketing digital, as poucas formas de pagamento e a falta de credibilidade.

Ao notar essas falhas, algumas estratégias podem ser trabalhadas, ampliando o engajamento com o seu público e o processo de compra. Se você quer aumentar as vendas na sua loja virtual, antes de qualquer coisa, coloque-se no lugar do cliente

Você já fez uma compra na sua própria loja virtual? Comece por aí. Simule uma compra, navegue na sua loja. O que você sente falta no processo de compra? Teste as formas de pagamento, o cálculo do frete, o cadastro e o checkout. Afinal, você deve entender as necessidades do usuário.

Quais são suas dificuldades? Entenda se o motivo pelo qual ele não compra na sua loja virtual é alguma disfuncionalidade da sua operação ou porque ele não te acha facilmente. A partir daí, será possível criar estratégias, executá-las com mais precisão e obter resultados incríveis.

Para isso, pense como seu cliente. Afinal, vender é algo simples, não fácil, mas simples. Com cautela e investimento nos pontos corretos, você não precisará mais se questionar porque sua loja virtual não vende, pois será algo que passa bem longe da sua realidade.


Tags:







Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis