5 vantagens do marketplace para seu e-commerce

1 de setembro de 2020

30 bilhões de reais é o valor do faturamento decorrente de lojas que vendem em marketplace, isso só nos seis primeiros meses de 2020 no Brasil (relatório da Ebit|Nielsen). Responsável por uma grande fatia do comércio eletrônico, contar com um marketplace para seu e-commerce pode ser uma grande oportunidade de melhorar o faturamento.

Ter sucesso no mundo online não é uma tarefa fácil e, para te ajudar, escrevi este artigo que faz parte da série “Como vender mais no e-commerce”. Continue a leitura para entender como o marketplace pode ser o ponto-chave para seu e-commerce lucrar.

O que é marketplace?

De modo simples, o marketplace é um site que vende produtos de diversos lojistas, diferentes marcas e pode oferecer diversos segmentos. E como vimos, os marketplaces ocupam lugar importante no mercado, alguns marketplaces que são muito conhecidos aqui no Brasil são:

  • Amazon – 85 milhões de visitantes por mês
  • Americanas –  65 milhões de visitantes por mês
  • Mercado Livre – 52 milhões de visitantes por mês
  • Magazine Luiza – 35 milhões de visitantes por mês

De modo simples, para vender nos marketplaces, você precisa cadastrar seus produtos na plataforma e, assim, ela faz o meio de campo para chegar até o consumidor.

5 vantagens do marketplace para seu e-commerce

Os seus produtos devem estar onde seus consumidores estão. E, segundo levantamento da NZN Intelligence, a compra online já é preferência de 74% dos consumidores brasileiros. Assim, estar na internet não é mais uma opção, é fundamental. 

Vender por meio de um e-commerce próprio é importante para criar relevância no mercado, já o marketplace é uma opção positiva devido à grande visibilidade. Mas isso não significa que você tenha que escolher um dos dois canais. Pelo contrário, contar com um marketplace para seu e-commerce pode ser a estratégia que vai decolar suas vendas. Veja 5 das vantagens de vender em marketplace e em e-commerce simultaneamente:

1. Visibilidade

Pode ser que o seu e-commerce não tenha tanto tráfego e, consequentemente, pouco volume de vendas e baixo faturamento. Isso acontece porque você não tem visibilidade. O marketplace pode ser uma solução viável para solucionar esse problema. Expor seus produtos em marketplace funciona como vitrine da sua loja virtual. Afinal, o marketplace propicia que sua marca se torne reconhecida no mercado e depois os clientes vão comprar no seu e-commerce.

2. Relevância SEO

Com a presença dos seus produtos também nos marketplaces, a loja virtual será mais procurada, o que aumenta o ranqueamento. Dentro do marketplace, fatores como descrição, imagem e título de produto, se forem criados pensando na otimização do SEO, vão reforçar ainda mais a relevância da sua marca na internet. Assim, o marketplace é mais um canal para você utilizar técnicas de ranqueamento para atingir cada vez mais consumidores. E, dessa forma, ser encontrado com mais facilidade dentro dos buscadores.

3. Diversificação de público

Os marketplaces proporcionam que você atinja consumidores que muito provavelmente você não atingiria apenas com a loja virtual. Porque essas plataformas já possuem um grande tráfego de consumidores e maior relevância no mercado. Os marketplaces asseguram a compra do cliente, porque já são reconhecidos do mercado. Ou seja, o consumidor sente mais segurança e acredita que a sua loja virtual tem mais credibilidade por estar presente no marketplace.

4. Vender para públicos específicos

Para vender, você precisa detectar e solucionar diversas necessidades do seu público. E fazer isso em um mercado generalista é muito complexo. Ao vender para públicos específicos, você consegue focar em negócios de nicho e ser mais assertivo.

Os marketplaces podem te ajudar nessa função. Acima eu já citei os gigantes do mercado, mas também existem os marketplaces de nicho, que são grandes tendências do mundo online. Veja alguns deles:

  • MadeiraMadeira (móveis);
  • Dafiti (moda);
  • Estante Virtual (livraria);
  • Netshoes (calçados).

Estes marketplaces são focados em produtos de nichos específicos e permitem que você trace variadas estratégias para ampliar o portfólio de vendas

5. Aumento das vendas

O marketplace proporciona o aumento de vendas em diversas etapas do processo. Desde vendas na própria plataforma do marketplace até o aumento do faturamento do e-commerce. Unir forças do marketplace e do e-commerce próprio pode oferecer benefícios que o seu e-commerce não teria sozinho. Afinal, a combinação disso tudo atrai novos consumidores e aumenta as vendas.

Mas tenha cuidado: esse não é o único caminho

O ideal é que você tenha controle da sua operação (de ponta a ponta), o que o marketplace, sozinho, não vai te entregar.

Muitos empreendedores usam o marketplace como única forma de vender seus produtos. Entretanto, a longo prazo, pode não ser tão vantajoso para a operação. Isso porque a plataforma limita o vendedor cobrando taxas, restringindo a inserção de produtos e sujeitando o negócio a alta concorrência.

Por isso, utilizar o marketplace como diversificação de estratégia na sua operação de e-commerce é uma opção que não vai limitar suas vendas, mas sim multiplicá-las. O marketplace para seu e-commerce vai oferecer independência para você articular a operação da melhor forma.

Isso suporta o melhor do marketplace (visibilidade, relevância e vendas) sem o pior do marketplace (dependência).

O segredo é entender sua operação

O marketplace para seu e-commerce pode ajudar a ganhar visibilidade, relevância de SEO, diversificação de público, vender para públicos específicos e aumentar as vendas. Por isso, não desperdice a chance de unir o marketplace e e-commerce para melhorar ainda mais seus resultados. Você não precisa escolher entre um ou outro, pois os dois são podem andar em conjunto. Se você quer entender se essa integração do marketplace com o seu e-commerce faz sentido, confira o vídeo:

Para ampliar seus resultados e vender ainda mais, fiz uma série de artigos para vender mais no e-commerce. Este texto faz parte desse compilado de estratégias para sua loja virtual. Inscreva-se na nossa newsletter para não perder nenhum artigo da série.


Tags:







Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis