O que é usabilidade e como aplicar no e-commerce

3 de novembro de 2020

Sabe quando você entra em uma loja física à procura de algum produto, mas você não consegue encontrar a seção desejada, não acha nenhum atendente para pedir ajuda e só encontra produtos que não tem nada a ver com o que você foi procurar?

Isso acontece quando um lojista não pensa no cliente na hora de montar a vitrine e as seções da loja. No e-commerce, isso é mais comum do que imaginamos e tem um nome: problemas de usabilidade. Mas você realmente sabe o que é usabilidade?

A usabilidade é uma forma de manter o seu consumidor na loja virtual, facilitar sua compra e garantir que você tenha uma excelente taxa de conversão.

O que é usabilidade?

Usabilidade é quando você desenvolve sua loja virtual pensando na experiência de compra do consumidor. Ou seja, seu e-commerce facilita que o seu cliente encontre o produto que está buscando e conclua a compra com facilidade. O intuito da usabilidade é ajudar o consumidor a concluir a compra, facilitando os processos e criando uma interface intuitiva, simples, rápida e fácil.

Em suma, o termo usabilidade refere-se a preocupação em criar algum aparelho, dispositivo, ferramenta ou, no nosso caso, um e-commerce que seja eficiente para os usuários.

Descobrir o que é usabilidade no e-commerce é o primeiro passo para adotar essa estratégia que une simplicidade com praticidade
Descobrir o que é usabilidade no e-commerce é o primeiro passo para adotar essa estratégia que une simplicidade com praticidade

No e-commerce, a usabilidade serve para guiar o seu cliente. Isso porque, de nada adianta ter um bom tráfego, produtos de qualidade e bons preços se você não se o cliente não consegue navegar no seu site. Ou se ele não consegue, por exemplo, finalizar uma compra. É a usabilidade que vai aumentar a taxa de conversão, melhorar a fidelização e ampliar a autoridade de mercado.

Como aplicar usabilidade no e-commerce?

Agora que você já sabe o que é usabilidade e o quanto ela é importante para sua operação, chegou a hora de pensar, na prática, como ela vai funcionar na sua loja virtual. Nesse sentido, existem algumas práticas essenciais de usabilidade para seu e-commerce, confira:

Compreender o desejo do seu público-alvo

Todo esse texto e os itens que estão listados abaixo dependem desse principal ponto: conhecer o seu público

Para desenvolver um e-commerce que atenda seu consumidor, você deve conhecer para quem você vende. E isso significa traçar uma persona, conhecer seus gostos, sua região, seu fluxo de acesso e a origem do tráfego. Só assim será possível entender e atender seu cliente e desenvolver uma loja que seja eficiente para ele.

Organizar as categorias do seu e-commerce

A home é a vitrine da loja virtual. Por isso, ela deve ser pensada para atrair o seu público e mostrar o que você tem de bom. Muitas vezes, é ela quem vai conduzir seu cliente até a página de produto.

Para organizar melhor sua vitrine, você precisa separar o e-commerce em categorias, ou seções. E, ainda que cada consumidor tenha uma preferência, existe um padrão de leitura do usuários, um “caminho” ao qual ele percorre com os olhos quando acessa alguma página do seu site. Esse padrão é:

  • De cima para baixo
  • Da esquerda para direita
  • Do que mais vende para o que menos vende.

Na prática, isso significa que você deve colocar a informação que você mais quer dar destaque no topo, à esquerda; a que menos quer destaque embaixo, à direita, organizando os produtos que você mais vende no local de maior destaque na sua loja. 

Obs: acho esse tópico tão importante que fiz um vídeo falando só sobre ele. Portanto, vou deixar ele aqui, caso você queira assistir:

Dedicar-se ao banner da loja virtual

Uma outra etapa polêmica é o banner da home. Muitos empreendedores querem inovar, inserindo o novo full banner ou um carrossel automático. Mas a verdade é que eles muitas vezes não funcionam e acabam acaba atrapalhando a experiência de navegação do usuário.

Ainda que não seja o visualmente mais bonito, o que mais funciona é o banner mosaico, em que você pode exibir os seus produtos das categorias principais e mais vendidas. Dessa forma, indico isso para chamar a atenção do público logo no primeiro scroll do usuário na sua loja. Além de que, geralmente, a taxa de conversão com mosaico de banner é mais alta do que banner full.

Expliquei um pouco mais sobre esse tópico aqui neste vídeo:

Planeje a disposição dos produtos no e-commerce

Logo abaixo do banner, você deve pensar na disposição dos produtos. O que você vai colocar na primeira linha de produto? Sugiro que na sua vitrine (home), na primeira e segunda linha, você coloque apenas os seus melhores produtos (os mais vendidos), para chamar atenção do público mesmo. Já na terceira linha, insira a segunda categoria que mais vender e assim por diante. Lembre-se: “Do que mais vende para o que menos vende”.

quando o usuário está na página de categoria, você pode dispor da seguinte maneira:

  • 1ª linha: os produtos mais vendidos
  • 2ª linha: os produtos que o usuário viu por último
  • 3ª linha: os produtos “Lançamento” (ou “Novidades”)

Atentar-se à hierarquia das informações

A hierarquia das informações refere-se à estrutura que você arquiteta no seu e-commerce para conduzir seu usuário. Esse é um fator que vai facilitar ainda mais que o consumidor encontre o que procura.

Estruturar as informações vai guiar o consumidor de forma rápida e fácil. Por isso, mapeie todas as informações necessárias e as insira estrategicamente em pontos que vão levar o leitor a converter. 

Pense em todos os detalhes de onde será disposto o conteúdo: será em que página? Em qual ordem? Como funcionará a ligação entre as páginas? O que é mais importante de ser exibido? É importantíssimo conhecer o seu consumidor e projetar um site usável e que atenda suas necessidades.

Garantir intuitividade em todos os movimentos do usuário

Uma loja virtual deve ser fácil de usar para todo e qualquer usuário da internet. Lógico que você deve direcionar as ações, a linguagem e o tipo de comunicação para o seu público-alvo. Mas a loja deve ser intuitiva para todos os usuários. 

Para isso acontecer, você deve ter uma estrutura bem fixada na sua loja, todos os botões direcionados para os links corretos, espaços de busca com fácil acesso, menu bem configurado e informações nos lugares corretos. Nesse sentido, seu e-commerce deve ser intuitivo para todos os tipos de consumidores que navegam no e-commerce. Desde o lead mais qualificado até aquele que visita seu site pela primeira vez, que nunca comprou algo do segmento antes.

Informações simples e objetivas

Antes de mais nada, tudo na sua loja virtual deve conter essas mesmas características: simplicidade e objetividade. Isso se encaixa desde informações de contato (as quais devem sempre vir no rodapé do e-commerce, mesmo que se repita em outro momento) até as descrições de produto.

Você não pode dar margem para o usuário interpretar a informação de forma errada ou fornecer informações que o deixe em dúvida. Por isso, seja simples, objetivo e claro em qualquer informação que for redigida no seu site.

Seguir a identidade visual

Lógico que, para a loja virtual ser harmônica, ela deve conversar com as cores da identidade visual da marca. Entretanto, não é apenas para deixar visualmente mais bonito.

Muitas marcas querem inovar nas cores, incluindo temas de datas comemorativas e diferentes cores do lançamento de novos produtos/coleções, por exemplo. Essas ações são ótimas, mas elas não devem nunca fugir da identidade visual da marca, porque isso confunde o usuário.

Seguir a identidade visual em todas as etapas do e-commerce vai fazer com que o usuário ache a loja bonita e entenda que realmente está navegando no seu site e não foi direcionado para outro site ou página.

Aplique layout responsivo

Hoje em dia, existem diversos formatos e resoluções de aparelhos eletrônicos pelos quais o consumidor pode acessar seu e-commerce, incluindo os importantes dispositivos mobile. Segundo estudo do Google, 41% das compras online em 2021 serão realizadas por um smartphone.

Ou seja, as vendas por mobile representam uma grande parcela de vendas online. Assim, ter um layout responsivo é característica de usabilidade básica, obrigatória, para aplicar no seu e-commerce. Um layout responsivo vai adaptar seu site a todas as telas, garantindo uma boa experiência de compra em qualquer dispositivo. 

Oferecer checkout otimizado

Facilitar a compra do seu cliente tem muito a ver também com a facilidade dos processos. E isso inclui o checkout (finalização do pedido), que é uma das etapas mais demoradas, burocráticas e chatas da compra do cliente.

A complicação no checkout é a razão pela qual muitos consumidores desistem da compra e abandonam o carrinho no e-commerce. Isso porque, muitas vezes, o checkout pede muitas informações repetidas, tem etapas confusas, processos longos ou poucas formas de pagamento.

Pensando em solucionar isso, surgiu o conceito de One Step Checkout (checkout em uma etapa). Ele possibilita que o todo o processo de checkout seja realizado em apenas uma página (a plataforma de e-commerce da Bis2Bis utiliza esse sistema). Em outras palavras, isso ajuda a aumentar a conversão e concretizar mais vendas.

Analise a usabilidade da sua loja virtual

Melhorar a usabilidade da loja virtual depende de vários fatores, inclusive analisar o tráfego orgânico e entender por que cada usuário se comporta de tal forma. Essa é uma maneira de entender porque a sua página converte ou não.

Através de ferramentas como Google Analytics e Google Search Console, você vai poder monitorar o fluxo de navegação do usuário, a taxa de conversão, o tráfego pago, o tráfego orgânico, o tempo que o usuário passa em cada página, por onde ele está acessando (mobile ou desktop) e até por qual canal ele chegou até a sua loja.

A partir desses dados, será possível customizar sua loja de acordo com as preferências do seu público, tornando a compra mais fácil e rápida, ou seja, melhorando a usabilidade do seu e-commerce.

Obs: fiz um vídeo especificamente sobre esse tópico, confira:

A usabilidade vai muito além da conversão

O universo virtual se apresenta sob diversas tendências. Isso é verdade. Mas tem uma coisa que nunca sai de moda: a usabilidade. Porque, afinal, é ela que faz seu usuário tornar-se um cliente. Sua loja virtual precisa atender as necessidades do seu consumidor. Tenha isso SEMPRE em mente, e seu negócio irá prosperar.

Para oferecer uma usabilidade real para o seu e-commerce, você deve se atentar ao: simples, prático e fácil. Essa é nossa meta quando desenvolvemos lojas virtuais para nossos clientes, isso é o que entregamos aos usuários deles, e por isso nossas taxas de conversão são as mais altas do mercado. Quanto mais objetiva e intuitiva a sua loja for, mais fácil será do seu cliente converter e concluir vendas. 

A usabilidade é um passo fundamental para vender online. Simplesmente não dá para deixar para depois! Então, comece realizando as ações citadas acima agora mesmo e não perca tempo ou dinheiro! E se precisar de ajuda para otimizar seu e-commerce e melhorar suas taxas de conversão, nossa plataforma de e-commerce nasceu para isso: para você, lojista, vender muito mais!

Tudo que você precisa saber para vender mais no e-commerce

Vender mais no e-commerce é uma consequência de vários “trabalhos de formiguinha” executados em conjunto. E a usabilidade é grande parte desse trabalho de evolução, mas não é a única.

Como resultado, escrevi uma série de artigos sobre “Como vender mais no e-commerce”, para te ajudar a enxergar todos esses fatores que são fundamentais para levar seu e-commerce ao sucesso completo. Então, se você quiser acompanhar todos esses artigos que saem semanalmente, é só assinar nossa newsletter que eu mesmo te mando as novidade da semana.

Vender mais no e-commerce


Tags:







Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis