Redes sociais para loja virtual: qual é a melhor para o seu negócio?

6 de outubro de 2020

3,2 bilhões é o número de pessoas que utilizam as redes sociais no mundo (dados da Emarsys). Seria besteira escrever um artigo para te convencer de quão importantes são as redes sociais para loja virtual em pleno 2020, pois isso você provavelmente já sabe (ou deveria saber).

O poder das redes sociais já é consenso social, ainda mais quando falamos de atingir consumidores. Mas o grande problema é que existem diversas redes sociais no mercado. Muitas vezes, a sua loja não consegue estar ativa em todas elas ou talvez não vale a pena estar.

Então, como saber quais são as melhores redes sociais para sua loja virtual? Antes de responder à isso, vamos falar um pouco sobre cada uma dessas redes sociais!

Quais são as redes sociais mais utilizadas?

Agrupei uma série de dados do relatório da Hootsuite para nos ajudar a entender melhor sobre cada rede social e definirmos juntos quais serão as redes sociais que mais vale a pena investir.

  • Instagram

O Instagram é uma das principais redes sociais do momento. Atualmente conta com mais de 1 bilhão de contas cadastradas, sendo 49.7% pertencentes a homens e 50.3% a mulheres.

A maior parte do público do Instagram possui de 24 a 34 anos e outra fração significativa tem de 18 a 24 anos. Esses dados mostram que o Instagram é uma ótima “vitrine online”, além de ser uma ótima forma de fisgar os seus consumidores. 

Visual é uma das características dos usuários do Instagram. Com muitas fotos e vídeos, a rede social quer trazer cada vez mais engajamento para o público. Dessa forma, dentro do Instagram, é comum o uso de vídeos curtos (os stories) e boas fotos que chamam atenção.

Sua loja virtual pode usar a rede de inúmeras maneiras, desde postar novos produtos, reviews, preços, promoções até conteúdos de nutrição de leads. É uma ferramenta bem livre, dinâmica, e que possibilita anúncios pagos.

  • Facebook 

O Facebook domina o pódio da rede social mais usada no mundo desde 2012 (com mais de 2 bilhões de cadastros). Seu público é composto por 57% homens e 43% mulheres. Sua faixa etária mais significante tem de 25 a 34 anos.

Com uma ampla consolidação no mercado, o Facebook pode ser uma ótima forma para divulgação dos seus produtos. Isso porque a ferramenta aceita muitas possibilidades, como publicações com textos, imagens, vídeos, além de anúncios pagos e boa visibilidade de métricas com o Facebook Ads.

  • Twitter

Essa rede social não apresenta um crescimento tão grande ano a ano. Pelo contrário, ela vem diminuindo seu número de usuários. Entretanto, ainda há uma grande parcela de pessoas no Twitter: são mais de 330 milhões de usuários registrados. Em que 34.5% são mulheres e 65.5% homens.

O Twitter se caracteriza pela grande instantaneidade. Ou seja, são poucos caracteres que podem repercutir muito rapidamente. É uma rede social que pode ser utilizada para veicular as novidades e tendências da sua loja virtual. Não é incomum que campanhas meteóricas começem no Twitter e hashtags usadas na plataforma rapidamente se tornem populares.

  • Linkedin

O Linkedin reúne 660 milhões de perfis (sendo 44% mulheres e 56% homens), com a maior parte dos usuários possuindo entre 25 e 34 anos. Essa é uma rede social mais focada no universo corporativo, possuindo um tom mais sério. Mas se engana quem acha que a linguagem é uma barreira ou empecilho de vendas

Esta rede social possui uma forma de engajamento mais voltada para a criação de relacionamentos e alianças com o consumidor. O Linkedin é fortemente reconhecido pelos grupos de interesse criados dentro da ferramenta. Nesses grupos é possível disseminar sua marca, produzindo artigos e, muitas vezes, até falando sobre seu produto. De qualquer forma, o fortalecimento do branding é uma dos pontos fortes da rede.

  • Youtube

Uma rede social em franca expansão, o Youtube une, atualmente, mais de 2 bilhões de usuários mensais. Além disso, o Youtube é praticamente um novo buscador, ficando atrás apenas do próprio Google.

Com grande concentração de usuários ativos e engajados, o Youtube se tornou uma ferramenta poderosa de disseminação de conteúdo. Nele, podem ser adotadas diversas estratégias de divulgação, como exposição direta de produtos (através dos reviews) ou pela produção de conteúdo sobre o seu segmento. 

Muitas empresas ainda têm dúvidas sobre investir em conteúdo para o Youtube. Entretanto, essa estratégia pode ser muito eficiente se você combinar conteúdo + produto. Por exemplo, se você trabalha com e-commerce de moda, pode fazer um vídeo com ideias de looks para o verão é uma ótima forma de criar seguidores e, ao mesmo tempo, vender mais.

A Bis2Bis E-commerce está presente em várias redes sociais e também no Youtube. Para o canal, criamos conteúdos sobre o segmento de e-commerce, em que podemos ajudar os empreendedores, mostrar nosso trabalho para o público interessado no nosso ramo e, com isso, conquistar vendas.

Print do canal do Youtube da Bis2Bis E-commerce, uma das redes sociais para loja virtual
Youtube da Bis2Bis E-commerce, uma das redes sociais para loja virtual
  • Whatsapp

Atingindo 1.5 bilhões de usuários mundialmente, o Whatsapp pode ser usado para troca de mensagens e também para compartilhamento de vídeos, notícias e artigos. Além disso, o aplicativo possui uma versão corporativa, o Whatsapp Business, que também pode ser usado de maneira coerente com a sua operação e facilitar a comunicação com os clientes. 

O Whatsapp pode ajudar a tornar a relação empresa-consumidor cada vez mais natural e fácil para o consumidor. Isso porque a ferramenta possibilita que seu cliente te responda na hora que for melhor para ele.

  • Tik Tok

No início, o Tik Tok foi menosprezado pelas empresas de varejo. Mas atualmente possui alto poder no mercado e atingiu números inimagináveis. A rede social tem atualmente 800 milhões de usuários ativos, sendo 56% homens e 44% mulheres. Entretanto, essa é a rede social com o público mais jovem. A faixa etária que mais acessa o Tik Tok tem entre 16 e 24 anos.

Isso quer dizer que a linguagem dos conteúdos deve ser mais leve e dinâmica. Se essa ferramenta faz sentido para sua loja, pode ser uma ótima vantagem trazer seus produtos em formatos diferenciados. Se você trabalha com e-commerce de cosméticos, por exemplo, pode fazer um tutorial de maquiagem utilizando seus produtos e atingir novos consumidores que se identificam com o seu segmento. 

Como saber quais são as melhores redes sociais para loja virtual?

Escolher sabiamente as redes sociais para seu negócio vai te poupar de investimentos supérfluos e mais do que isso: pode gerar muitas vendas e ser o seu canal principal de divulgação. Mas, para isso, você vai precisar entender dois pontos da sua operação:

1. Conheça seu público e saiba onde ele está

O primeiro passo para definir as redes sociais para loja virtual é conhecer o seu público, saber quem é a sua persona. Por isso, questione-se:

  • Para quem você vende? 
  • Quem é o seu público? 
  • Qual a idade da sua persona?
  • O que ela gosta de fazer?

Respondendo a essas perguntas, você terá um caminho traçado dos interesses do seu público. Assim, poderá definir a rede social que mais será benéfica para sua loja virtual e, aí sim, se perguntar: “Em quais redes socais o meu cliente está?” E é nelas que você vai focar.

2. Qual a sua estratégia?

Um segundo ponto que você deve levar em conta quando está definindo as redes sociais para loja virtual é entender qual é a sua estratégia. Ou seja, saber o que você espera ao criar um perfil da sua empresa em uma rede social, seja ela qual for.

Muitas vezes, o seu público é diferente do público-alvo de uma determinada rede social. Entretanto, pode ser que você tenha uma estratégia específica para aquela mídia e isso agregar muitas vendas. 

Se, por exemplo, você tem um e-commerce de tênis de corrida e o seu público-alvo é composto por homens e mulheres na faixa de 40 anos. Na teoria, é bem longe do público-alvo do Tik Tok (que tem como sua maioria o público de 16 a 24 anos). Mas, ainda assim, essa mídia social pode ser usada para seu e-commerce vender mais. Você pode desenvolver uma campanha específica para atingir uma nova parcela de consumidores, criando assim uma demanda que, talvez, antes não existisse. Ou seja, não existe uma única regra.

A mesma coisa acontece do outro lado. Às vezes o público-alvo de uma rede social é exatamente o mesmo que o da sua loja virtual. Entretanto, seu público não dá a mínima para tal rede. Dessa forma, você tem que entender o seu mercado e investir no que será mais eficiente para sua operação.

Conclusão

Todas as redes sociais tem um objetivo em comum: facilitar a sua comunicação com o cliente. Ou seja, em suma, o que importa mesmo é a resposta do seu público dentro das redes sociais. Se a rede social ajuda você a se comunicar com ele, facilita essa ligação e possibilita a divulgação da sua marca, é porque você achou a rede social correta para o seu e-commerce.

Nós temos que nos adaptar à realidade do consumidor e atender por onde ele quer ser atendido. E isso também significa estar na rede social que ele quer ser respondido, inserir anúncios onde ele mais tem aceitação e por aí vai.

Se seu usuário gosta mais da comunicação por mensagens, não faz sentido você apenas responder pelo e-mail. Tenha uma operação flexível para estar na rede social que o seu cliente está, para que ele te encontre onde quer que seja. Isso vai garantir não só mais vendas, mas também fidelização e recomendações para o seu negócio.

Se você quiser se aprofundar no tema redes sociais para e-commerce, fiz um vídeo com a Lyly Arraes, CEO da Agência Mango, com insights bem legais para você aplicar as redes sociais na sua loja, confira:

Tudo que você precisa saber para vender mais no e-commerce

Vender mais no e-commerce é um desafio constante que depende de vários fatores. E escolher corretamente as redes sociais para loja virtual é fundamental para esse processo de crescimento.

Pensando em unir os principais fatores para evoluir seu negócio na internet, escrevi a série de artigos “Como vender mais no e-commerce”. Para acompanhar os artigos semanais da série, assine nossa newsletter e confira as estratégias que não podem faltar na sua operação!

Vender mais no e-commerce


Tags:







Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis