Skate Shop: um mercado em ascensão

Galleger Ilhe | 3 de dezembro de 2021

O skateboard já foi uma prática proibida no Brasil e hoje é um dos grandes destaques do esporte nacional. Após o sucesso da modalidade nas Olimpíadas de 2021, o segmento foi revolucionado, fazendo o Skate Shop crescer consideravelmente.

Quando os Jogos Olímpicos aconteceram em julho deste ano, todos nós vibramos ao vermos tantas medalhas conquistadas e o Brasil se destacando em vários esportes. 

Contudo, uma dessas vitórias brilhou mais do que as outras e, junto a ela, houve a valorização das lojas para artigos esportivos: as Skate Shops.

E a responsável pelo destaque que causou uma verdadeira explosão nas vendas no segmento de Skate Shop foi a “fadinha” Rayssa Leal, com apenas 13 anos.

Uma pré-adolescente que deslizou nas pistas de skate em Tóquio fez com que a garotada se identificasse e se inspirasse ainda mais com o esporte. E, então, corressem até as lojas para copiar o estilo da “fadinha”.

Um verdadeiro fenômeno que saiu das pistas e atingiu em cheio o setor do Skate Shop, aumentando as vendas neste segmento.

Mas você sabe por que a tendência fez tanto sucesso?

O começo do street style no Brasil

O cenário inicial do Skate no Brasil foi desafiador. Em 1988, a prática foi restrita em São Paulo e permaneceu assim por alguns anos. 

Após a sua liberação, grandes nomes do esporte começaram a surgir, dentre eles Bob Burnquist, Letícia Bufoni, Kelvin Hoefler e Sandro Dias

Assim, graças ao aumento da popularidade do skate nos anos 1990, nasceu o estilo “grunge”.

Esse movimento ultrapassou as ruas e chegou também na cena do entretenimento. Com o passar dos anos, tivemos alguns artistas que propagaram esse estilo de vida através da música.

Aqui no Brasil, um deles foi o Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr, que, além de trazer o skate nas canções, era praticante assíduo do esporte e influenciou muitos adolescentes neste caminho.

Porém, a prática ainda era vista com um estigma muito forte em cima dos adeptos ao esporte.

Foi somente ao fazer parte do quadro de modalidades oficiais das Olimpíadas que o esporte ganhou notoriedade entre a população, desde o público mais jovem até os mais velhos, sem olhar classe social.

Olimpíadas e o Skate Shop

De acordo com uma pesquisa realizada pela Cuponomia, a busca pela palavra-chave “skate” aumentou 614% no mês de julho deste ano, devido ao burburinho gerado pelas Olimpíadas. 

Além disso, os Skate Shops apresentaram um crescimento geral de 57%, o que definitivamente animou os empreendedores do segmento.

A divulgação desse dado gerou um verdadeiro entusiasmo entre os empresários do ramo e também para a Confederação Brasileira de Skate, que notou o interesse da população mais jovem por aulas do esporte nas cidades.

Mas, apesar da alta do segmento, o efeito das Olimpíadas promete ser mais duradouro do que apenas uma tendência passageira.

O que nos leva a analisar a ascensão do Skate Shop para além das pistas. Temos como produto um life style característico com seus próprios símbolos e a busca dos jovens por se manter dentro das tendências.

Skate: um estilo de vida

A expectativa atual é que o mercado continue em crescimento. De acordo com a Grand View Research, a perspectiva é que nos próximos anos o  Skate Shop continue em destaque, chamando a atenção para os modelos cruiser board e o long board, além do tradicional: street board.

Outra maneira de vermos que esse mercado voltou com tudo e possui um efeito duradouro é a repercussão nos outros segmentos.

Além dos produtos próprios para montagem do skate, os acessórios e as roupas que seguem o estilo grunge dispararam nas vendas, assim como as músicas relacionadas ao estilo “skater”.

Nesse sentido, é essencial entender a jornada de compra pela qual o  consumidor passa, que o leva desde a busca por notícias até o encontro do novo objeto de interesse.

Jornada de compra no E-commerce B2C

Para entender melhor o padrão de compra do consumidor, costumamos desenhar uma linha reta, que passa pelas seguintes etapas:  interesse, busca e compra.

Contudo, em julho de 2020, o Google apresentou um novo estudo, em que foi analisado o caminho percorrido pelo consumidor ao realizar uma pesquisa.

O estudo se baseou nos cliques realizados no processo de busca e compra nas lojas virtuais. Assim, foi possível entender o caminho percorrido pelo usuário dentre as inúmeras opções que lhe é ofertado.

A partir dessa pesquisa, desenhou-se um novo padrão de “jornada de compra”. Esse modelo foi chamado de “messy midle”, em tradução livre “bagunça do meio”. 

O que retrata bem as voltas que um usuário faz até finalizar a compra.

Modelo de jornada de compra do consumidor desenvolvido pelo Google, "Messy Midle"
Modelo de jornada de compra do consumidor desenvolvido pelo Google, “Messy Midle”

Com esta representação, podemos perceber que a forma de busca do consumidor pelo produto, ao invés de ser uma linha reta, acaba sendo um looping”.

Do gatilho à finalização da compra, o possível comprador passa por uma exploração de assuntos relacionados. Assim que finaliza a busca pela solução, o cliente valida as alternativas encontradas, conferindo as informações sobre os itens desejados.

Assim, ele irá analisar os feedbacks e as avaliações sobre o produto desejado e só então irá, de fato, finalizar a compra e se tornar um cliente da loja.

Tendo esse estudo como base, conseguimos, então, mapear o fenômeno da ascensão do Skate Shop no E-commerce.

O gatilho gerado foi a medalha de prata conquistada pela “fadinha” e outros atletas nas Olimpíadas. Com isso, as buscas pela palavra “Skate” estouraram. 

Esse foi o momento que as Skate Shops ganharam evidência e começou a alta demanda dos artigos relacionados ao skate, que validou o crescimento desse nicho.

Apesar de ser um mercado bastante aquecido, é preciso seguir alguns passos para se destacar no setor de maneira perdurável e conquistar ainda mais autoridade para o seu e-commerce.

Como ter um skate shop de sucesso

1. Plataforma

O primeiro passo para uma Loja Virtual de sucesso é contar com a plataforma de E-commerce certa.Existem diversas alternativas disponíveis para você escolher no mercado, desde modelos iniciais, com módulos pré-definidos, até opções mais robustas com possibilidade de personalização de acordo com a necessidade do seu e-commerce.

Por isso, é essencial conhecer muito bem o seu negócio antes de contratar uma plataforma.Assim, busque aquelas que oferecem as integrações necessárias para a sua loja virtual funcionar da melhor maneira.

Para te ajudar a escolher a plataforma perfeita para o seu e-commerce, criamos um guia completo com planilha comparativa para você. Acesse!

2.  Personalização

Um dos pontos principais para o seu E-commerce obter sucesso é a capacidade de personalização da sua Loja Virtual. 

Pois essa é uma das ações que o seu negócio pode fazer para atender todas as necessidades do seu consumidor, que muda a cada segundo.

Apresentação dos produtos de forma diferente, formas de pagamento personalizadas e vários outros módulos para adequar de acordo com as características do usuário.

Para você entender melhor a importância de contar com soluções personalizadas e focar na usabilidade do seu e-commerce, assista esse vídeo.

3. SEO

Com a base bem fundamentada, é hora de ficar atento ao SEO

Uma boa plataforma te auxiliará a ter uma estratégia de SEO otimizada, atraindo uma maior quantidade de possíveis clientes até a sua loja virtual e fazendo com que seu e-commerce ganhe visibilidade e autoridade.

Consequentemente, isso resultará em uma maior taxa de conversão para o seu E-commerce e a possível expansão da sua empresa.  

4. Marketplace

Além de vender na sua loja virtual, uma estratégia complementar é ofertar os seus produtos em plataformas de marketplace. 

Para isso, é necessário que você utilize um Hub de Integração que centralize a sua operação de maneira eficiente. 

Uma integradora que sempre indicamos é a Gubee. Ela está no mercado desde 2018 e realiza integração com os maiores players do mercado: Mercado Livre, Carrefour, MadeiraMadeira, Amazon, Lojas Americanas e vários outros marketplaces.

Se você ainda está em dúvida se vale ou não a pena vender em plataformas de Marketplace, assista ao vídeo que gravei explicando exatamente isso:

Skate Shop: um mercado consolidado

O Skate Shop tem mostrado um crescimento gigantesco. Aliado a esse mercado aquecido, o E-commerce também está em evolução, com constante aumento de resultados positivos nos últimos 5 anos.

Por isso, esse é o momento ideal para tornar o seu Skate Shop mais conhecido, diminuir os custos, ganhar escala comercial e entrar de vez para o mercado do futuro: o E-commerce.

Fale com um de nossos especialistas e evolua o seu negócio. 

 

Fale com um especialista

 


Tags:







Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis
Iniciar Conversa
1
Contato Comercial Bis2Bis
Olá,
Esse é um canal comercial da Bis2Bis Ecommerce.
Converse agora com nossa equipe de especialistas.