sistemas de pagamento

Sistemas de pagamento: como escolher o ideal para seu e-commerce

1410 Visitas0 Comentários

Compartilhe nas mídias sociais

 
 

Analisar com cautela cada sistema disponível, é o passo inicial

Uma das principais coisas a se pensar na hora de criar uma loja virtual, é a forma de pagamento que será oferecida ao consumidor. Nesta etapa, é extremamente importante analisar com bastante calma todas as opções de sistemas disponíveis para e-commerces no mercado.

Existem modos diferentes de oferecer pagamentos online aos consumidores em uma loja virtual, são eles:

Intermediadores de pagamento

Os intermediadores são instituições que realizam todo o processo de pagamento para o lojista. Assim, o e-commerce não precisa se filiar à cartões e bancos, pois é o intermediador que fica responsável por armazenar os dados dos clientes, validar a transação, verificar se a compra é aprovada ou não e repassar o valor ao lojista do e-commerce.

Gateways de pagamento

Os gateways funcionam como maquininhas de cartões, tendo o objetivo de passar os dados do pagamento para o cartão, com o propósito de concluir a compra. Com esse sistema, é preciso que o lojista virtual tenha contrato com o gateway escolhido e também com os bancos e adquirentes do cartão, além de ser responsável pela aprovação da compra, formas de parcelamento e análises antifraude.

Integração com adquirente

Aqui, não há intermediários. O contrato é feito diretamente com o adquirente do cartão e não possui custos operacionais como os gateways e intermediadores. Neste sistema, é preciso verificar se você terá tempo, suporte técnico e estrutura, por exemplo, para oferecer esse tipo de pagamento.

É indispensável estudar com bastante cautela cada um desses sistemas, para saber qual se encaixa melhor em seu empreendimento online. Além de pensar na solução de pagamento ideal, é preciso também se atentar a alguns pontos muito importantes na hora da escolha, como:

Custo

Analisar os custos, ou seja, qual sistema de pagamento se adequa mais ao seu orçamento e quais serão os gastos totais. É importante destacar que além da taxa de administração, pode haver despesa com manutenção de sistemas, servidores, além de outros custos operacionais que podem aparecer. Por isso, é importante tirar todas essas dúvidas com a solução que pretende escolher.

Tecnologia

É fundamental questionar o sistema sobre quais as tecnologias que serão oferecidas, além de verificar se essas tecnologias realmente atenderão às suas necessidades.

Suporte

O suporte oferecido pelo sistema é de qualidade? É feito em qual língua? É um atendimento rápido? Lembre-se de levantar essa questão na hora da escolha, para você não contratar um sistema e ficar sem suporte para sanar todas as futuras dúvidas.

Capacidade

É preciso também verificar a capacidade do sistema de pagamento, como quantas transações são feitas por segundo pela solução escolhida, como também o nível de acordo de serviço, o Service Level Agreement (SLA).

Gestão de riscos

Não se esqueça de certificar se o sistema escolhido oferece uma boa gestão de riscos, como por exemplo, sistema antifraude. Esse ponto é muito importante para te passar mais segurança na hora da escolha.

Quer conhecer o melhor meio de pagamento para o seu e-commerce? Assista ao vídeo!

Gostou desse post? Deixe a sua opinião nos comentários!

Ainda tem dúvidas? Que tal ganhar uma consultoria e conversar com um especialista? Clique aqui e saiba mais!

Leia também: 5 lições que aprendemos com o checkout otimizado

Compartilhe nas mídias sociais

Comente aqui ↓