Como criar uma Loja Virtual | 9 passos para sua loja online

Galleger Ilhe | 1 de dezembro de 2020

Como criar uma Loja Virtual pode ser um desafio. Isso porque começar um empreendimento sempre dá aquele friozinho na barriga. São muitas etapas e detalhes que precisam ser discutidos, analisados e definidos. Quando o objetivo é criar uma loja virtual, então, a necessidade de planejamento parece dobrada!

E não é para menos, a loja virtual é a solução de muitos empreendedores e consumidores, porque ela facilita tanto a compra quanto a venda. No entanto, o processo de criar uma loja online requer muita atenção e cuidado. 

Por isso, ter uma loja virtual implica em muitos cuidados necessários:

  • Planejamento;
  • Legislação;
  • Plataforma de e-commerce;
  • Suporte;
  • Sistema de pagamento;
  • Segurança.

Basicamente, uma loja virtual é um ambiente (site) que permite a compra online de produtos ou serviços.

A loja virtual (ou e-commerce) funciona em computadores e dispositivos móveis e abrange todos os tipos de segmentos de mercado, como moda, alimentação, pet shop, eletrônicos, cosméticos, entre outros.

Em suma, o e-commerce torna o processo de compra muito mais rápido, prático e ágil. Portanto, criar uma loja virtual facilita o consumo para os consumidores que, muitas vezes, deixam de fazer suas compras pela falta de tempo de ir até o ambiente físico.

Tudo isso serve para garantir uma experiência de compra impecável, que convença seu cliente a comprar. Entretanto, o retorno que uma loja virtual pode oferecer para o empreendimento é muito grande. Por isso, neste artigo, vou trazer um passo a passo de como criar uma loja virtual.

Por que criar uma loja virtual?

Eu sei que é grande o número de cuidados necessários na criação de uma loja virtual. Falo isso porque, na prática, não é diferente. Nós, da Bis2Bis E-commerce já criamos mais de 3.700 lojas virtuais. Então, sei que é um trabalho que exige muita dedicação do lojista.

Porém, posso te garantir uma coisa: o trabalho compensa o crescimento. Entrar no online é uma opção que pode aumentar muito a sua operação, em níveis globais. 

Ou seja, se você tiver atenção a todos os pontos que precisam de cuidado, criar uma loja virtual tem muitas vantagens, tanto para os consumidores como para você lojista.

Você também pode montar uma loja virtual de sucesso. Fale com um especialista em vendas online!
Você também pode criar uma loja virtual de sucesso. Fale com um especialista em vendas online!

Confira 6 bons motivos para você iniciar agora no ramo: 

1º Custo-benefício

Um e-commerce não precisa (necessariamente) de um espaço físico. Ou seja, isso dispensa custos com infraestrutura, aluguel, energia e grande quantidade de funcionários. Geralmente, uma loja virtual requer menos investimento do que uma loja física.

2º Funcionamento 24/7

Na loja virtual, não há horário de funcionamento determinado. Isso significa que ela fica disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

O consumidor pode comprar em qualquer horário, sem se preocupar se a loja estará funcionando ou não no momento em que ele quer comprar. Ou seja, a facilidade é garantida para o consumidor. Assim, ele não precisa se deslocar para comprar o que deseja e pode fazer tudo no conforto de sua casa.

3º Venda para qualquer lugar

As vendas de um empreendimento online não se limitam às barreiras geográficas. Ou seja, você pode vender os seus produtos para qualquer lugar do Brasil e não apenas em uma região, como acontece na loja física.

Aqui, você só precisa ter cuidado com a logística e o transporte, que devem ser eficientes e ágeis.

4º Estoque

Uma outra vantagem de criar uma loja virtual é a possibilidade de gerenciar o estoque de forma mais organizada. Na operação online, você pode não só despachar um produto de outra localidade como também tem a possibilidade de enviar um produto diretamente do fornecedor.

Esse último formato de vendas é chamado de Dropshipping ou Crossdocking. Nele você não precisa necessariamente ter um espaço para estocagem de todos os artigos vendidos. Então, acaba economizando tempo, espaço e dinheiro.

5º Acompanhamento das vendas + perfil do cliente

O acompanhamento das vendas é mais completo, organizado e preciso no e-commerce.

No online, você consegue fazer relatórios de vendas, acompanhar as visitas no site, os produtos mais vendidos, o faturamento e até os artigos que os consumidores mais visitaram e não compraram.

Além disso, ao acompanhar a navegação do cliente no seu site, você consegue definir o perfil do seu consumidor. Ou seja, tudo isso te ajuda a ter uma estratégia de vendas direcionada ao consumidor ideal do seu negócio.

6º Crescimento

O comércio eletrônico é um ramo que cresce cada vez mais. Em 2020, o e-commerce cresceu 47%, faturou R$111 bilhões (aprox.), aumentou 40% o número de consumidores e prevê 17% de crescimento em 2021. Esses dados demonstram que criar uma loja virtual é uma grande oportunidade para expandir o seu negócio.

Além disso, hoje, mais pessoas se sentem seguras em realizar compras online. O isolamento social em torno da pandemia (gerada pelo Covid-19) impulsionou mais ainda a transformação do consumo para o digital. Ou seja, esse mercado tem ainda mais potencial do que imaginamos.

Se você ainda não está no online, esse é mais um excelente motivo para você iniciar a sua loja virtual AGORA MESMO! 

Como criar uma loja virtual?

Para ter os resultados esperados e garantir um e-commerce eficiente, é preciso seguir etapas importantes na criação de uma loja virtual. Confira algumas abaixo: 

1. Faça o planejamento

O planejamento vai sempre ser o primeiro tópico. Isso porque um bom planejamento te ajuda a deixar tudo organizado, permitindo que você tenha uma visão completa de todas as etapas que precisa seguir nessa jornada. Como as tarefas a serem executadas e os responsáveis, por exemplo.

Você deve estar focado como nunca nessa primeira etapa. Porque é aqui que você vai coletar e organizar todos os processos que você precisará executar até o lançamento da sua loja virtual. 

Por isso, nesta primeira etapa, é importante que você defina alguns pontos essenciais: 

  • Identifique seu público-alvo (saiba quem é sua persona)
  • Desenhe os seus processos básicos (como quem vai ficar responsável pelo que, como será a logística e quais serão os canais de comunicação)
  • Crie um plano de negócio para a sua operação.

Obs: Escrevi também um artigo exclusivo só sobre essa fase dos primeiros passos que você precisa dar para abrir um e-commerce. Clique aqui para ler

2. Encontre a Plataforma de E-commerce que vai atender suas necessidades

Agora que você já definiu qual vai ser o rumo do seu negócio, chegou a hora de definir a Plataforma de E-commerce que você vai utilizar. A plataforma do e-commerce é o que vai sustentar sua operação. Por isso, ela deve atender todas as suas necessidades e apresentar um desempenho impecável.

Existem alguns tópicos que não tem como você deixar em segundo plano e que são indispensáveis para o bom funcionamento do seu e-commerce, alguns deles são:

  • Segurança garantida para a loja e para o consumidor;
  • Navegação rápida;
  • Checkout otimizado;
  • Bons sistemas de pagamento;
  • Técnicas de SEO aplicadas; 
  • Layout intuitivo; 
  • Gestão facilitada.

A empresa que oferecerá a plataforma de e-commerce também precisa deixar claro: se há cobrança por venda; quais são os custos sobre hospedagem e manutenção; e como é o suporte oferecido. 

Reforço que esse ponto precisa muito de atenção. Falo isso porque muitos clientes vieram para a plataforma de e-commerce Bis2Bis porque a relação com a antiga plataforma só dava dor de cabeça, em relação ao suporte ineficiente e a infraestrutura despreparada para atender a demanda do cliente.

Essa contratação deve ser muito bem estudada pela sua operação. Temos diversos conteúdos sobre plataforma que podem te ajudar nesse momento. Mas lembre-se de buscar opiniões de quem realmente conhece do assunto. A Bis2Bis E-commerce tem especialistas que podem te ajudar nessa etapa de decisão. Clique aqui para conversar sem compromisso e saber mais sobre a Plataforma de E-commerce Bis2Bis! 

Obs: fiz um vídeo falando mais sobre a escolha da plataforma de e-commerce. Então, se você quiser assistir, vou deixá-lo aqui embaixo:

3. Estruture sua logística

Com a sua plataforma decidida, o próximo passo é estruturar muito bem a logística da sua operação. A logística está relacionada aos pedidos dos consumidores e envolve:

  • Armazenamento; 
  • Preparação; 
  • Processamento do pedido; 
  • Confirmação; 
  • Envio. 

Para que a sua loja virtual funcione bem, você deve realizar todos esses passos acima com muita cautela. Portanto, saiba quem será o seu fornecedor, como o produto chegará até você ou até o seu cliente.

O segredo aqui é estudar muito bem o seu modelo de negócio para estruturar uma logística que faça sentido para sua loja. Com isso, você poderá otimizar os processos e garantir uma entrega de pedidos eficiente. 

Transporte

Qual será o transporte utilizado para o envio dos pedidos do seu e-commerce? Você vai apostar em transportadoras, correios ou centros de distribuição que permitem uma entrega mais rápida?

Esse é um outro ponto da logística que você precisa analisar muito bem. Portanto, se atente às possibilidades disponíveis no mercado e entenda qual terá o melhor custo e serviço para o seu empreendimento.

A entrega ágil e segura é uma característica importante para o seu e-commerce.

4. Escolha um ERP que facilite a sua gestão

Um sistema Enterprise Resource Planning (ERP) é responsável por controlar o fluxo de vendas e estoque, gerenciar os pagamentos, analisar as metas e o desempenho, armazenar informações e emitir obrigações fiscais. 

Por isso, o ERP é indispensável para controlar faturamentos, entregas e trocas de maneira organizada, o que torna o fluxo do e-commerce mais ágil.

Fiz um vídeo explicando um pouco mais dessa ferramenta. Então, assista e comenta lá se você tiver alguma dúvida sobre o ERP.

5. Escolha os Métodos de Pagamentos que o seu cliente quer utilizar

Existem algumas formas diferentes de oferecer pagamentos online aos consumidores

  • Intermediadores de pagamento: são instituições que ficam responsáveis por realizar todo o processo de pagamento (no momento da finalização da compra, o cliente é direcionado ao site do intermediador e lá ele finaliza a compra posteriormente e repassa ao lojista).
  • Gateways de pagamento: funcionam como se fossem maquininhas de cartão, que passam os dados do pagamento (o gateway faz contato com a rede de adquirência e verifica se existe saldo suficiente para o cliente realizar a compra e, assim, a compra pode ser autorizada). 
  • Integração com adquirente: essa é uma opção sem mediador, em que você opera direto com as adquirentes e o pagamento do cliente é realizado diretamente na sua loja virtual.
  • Pix: esse é um novo método de pagamento que faz transações a qualquer hora do dia, 7 dias por semana, em menos de 3 segundos. Além disso, ela é muito benéfica para os consumidores (que não pagam taxa) e para os lojistas que pagam uma taxa muito menor do que outros métodos.

Entretanto, antes de tomar a sua decisão, lembre-se de analisar qual dessas opções se encaixa melhor no seu negócio. 

6. Certifique-se da Segurança

Um dos maiores medos que os consumidores têm é de que as lojas virtuais não sejam seguras o suficiente para que elas realizem a compra. Afinal, para efetivar uma compra, os consumidores precisam inserir seus dados pessoais, que são sigilosos.

É aí que entra o certificado de segurança, que vai garantir a privacidade e a integridade dos dados que são compartilhados no site. Além disso, torna também a interação com o consumidor mais segura, o que aumenta a quantidade de vendas da sua loja e valoriza a sua marca. Esquecer essa etapa pode ser fatal para o seu empreendimento. 

7. Atendimento da sua loja virtual

O atendimento é uma das etapas da compra que ajuda a convencer o consumidor a realmente comprar.

Por isso, um atendimento de qualidade, capaz de sanar todas as dúvidas dos consumidores, vai passar mais segurança, valorizar a marca e aumentar as avaliações positivas, a fidelização, o tráfego e as vendas.

Minha dica mais prática, aqui, é que você disponibilize diversos canais de contato com a sua empresa, para que o consumidor chegue até você da forma como ele preferir.

8. Divulgação

Pense nesta etapa da loja virtual agora, será melhor assim!.

A divulgação é uma das etapas essenciais para movimentar as vendas da sua loja. Isso porque se o consumidor não souber que a sua loja existe, ele sequer vai entrar no seu e-commerce.

Ou seja, a divulgação serve para que o seu público conheça a sua marca e os seus produtos. 

Diante disso, trabalhar com ações de marketing é a principal atitude para ganhar visibilidade no mercado.

Lembre-se sempre de construir uma comunicação clara e que vai de encontro com os potenciais consumidores do seu negócio. Aposte nas redes sociais, mídia paga e no inbound marketing.

9. Pense na Legislação quando criar uma loja virtual

A chamada Lei do E-commerce normatiza as atividades que são realizadas entre uma loja virtual e um consumidor.

Então, independente do tamanho do seu negócio, você vai ter que dedicar um tempo para realizar todas as ações necessárias solicitadas pela lei.

Mas já vou te adiantando algumas coisas. Basicamente, essa legislação aborda a necessidade de oferecer informações claras e visíveis para o usuário da sua loja.

Além disso, a lei fala sobre a questão do atendimento facilitado para o consumidor, e o direito de arrependimento da compra.

É preciso tomar muito cuidado com essa etapa, por isso, escrevi um conteúdo falando especificamente da Lei do E-commerce. Para ler, é só clicar aqui.

Criar uma loja virtual é uma grande oportunidade de crescimento

Trouxe aqui apenas 9 pontos de atenção ao criar uma loja virtual. Mas já vou te avisar que existem diversos outros detalhes importantes que não podem ser deixados de lado nesse processo de criação do seu e-commerce. 

O importante agora é que você já está consciente desses principais fatores que vimos aqui. Não hesite em entrar para o online, pois essa pode ser a maior chance de crescimento do seu negócio. 

Por isso, preparei um checklist para você não esquecer de nada para criar um E-COMMERCE DE SUCESSO! Então baixe agora mesmo gratuitamente: 

Baixe gratuitamente o checklist e saiba como montar uma loja virtual de sucesso.
Baixe gratuitamente o checklist e saiba como criar uma loja virtual de sucesso.

Fiz também um vídeo falando sobre criar uma loja virtual. Assista e me conta lá nos comentários quais são as suas maiores dúvidas:

Por fim, como já falei acima, a plataforma de e-commerce é um dos pontos chaves para fazer sua operação garantir boas vendas. E nós podemos te ajudar com isso. Se você quiser entender como a plataforma Bis2Bis pode te ajudar a criar sua loja virtual, fale com os nossos especialistas. Tenho certeza que podemos te ajudar a construir o seu e-commerce e levar resultados reais para sua empresa!


Tags:







Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Assine a newsletter da Bis
Iniciar Conversa
1
Contato Comercial Bis2Bis
Olá,
Esse é um canal comercial da Bis2Bis Ecommerce.
Converse agora com nossa equipe de especialistas.